Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

15/10/2004 07:41

Dia do Professor : da escassez da água

Marina Domingos/ABr

Ser professor deve ser uma escolha? Para a professora Maria Edileusa Ribeiro, de 37 anos, é mais que isso. Ela leciona na escola de Ensino Fundamental de Betânia, na cidade de Croatá (CE), e aprendeu com os alunos a dividir suas experiências. “A gente começa a perceber a necessidade de interagir de uma forma mais direta com o outro”, explica.

Desde o primeiro dia de aula, ela percebeu nos alunos uma ansiedade em aprender de tudo. Não se contentou com o dia-a-dia da sala de aula e começou um projeto que mudou a vida da escola e da comunidade: ensinar como é necessário preservar a água. O projeto “Água, um Líquido Precioso” foi um dos vencedores do Prêmio Incentivo à Educação Fundamental, promovido pelo Ministério da Educação (MEC) e a Fundação Bunge.

Edileusa, que sempre se preocupou com o desperdício da água, conta que, até hoje, a cidade é abastecida pelos poços artesianos. “Hoje, nós temos água na torneira, mas quis mostrar para eles que antes a gente dependia da água no balde”, destaca a professora.

Em sua casa ou na do vizinho, sempre fiscalizava o que era gasto e, por isso, pensou em conscientizar seus alunos de que a água era um líquido muito importante para ser jogado fora. “A minha preocupação maior era economizar água, porque a gente percebia na comunidade um grande desperdício. Chegava a doer”, ressalta.

O primeiro passo foi pedir que os alunos levassem suas contas de água para a sala de aula, fazendo com que eles entendessem melhor a importância do líquido para o consumo humano. Em um ano, ela conseguiu mobilizar toda a escola e a comunidade, utilizando métodos como visitas às famílias, distribuição de panfletos, concurso de redação e, até mesmo, um programa de rádio. “Antes do programa, anunciamos a participação dos alunos e eles falaram para toda a comunidade local”, lembra Edileusa.

Na última etapa do projeto, os alunos compararam as contas antigas com as novas, mostrando que o trabalho de conscientização atingiu seu objetivo. “Teve aluno controlando o pai na hora de tomar banho, cobrando mesmo”, comemora a professora.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)