Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

04/12/2007 09:52

Destino político de Renan Calheiros será decidido hoje

Priscilla Mazenotti /ABr

Brasília - O destino político do presidente licenciado do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), será decidido na sessão de hoje à tarde no plenário do Senado. Os parlamentares irão votar o relatório que recomenda a perda de mandato de Renan por quebra de decoro parlamentar.

A sessão terá início às 15 horas e será dividida em três fases. Na primeira, a de discussão, poderão discursar por até dez minutos senadores, líderes e o relator do processo no Conselho de Ética, senador Jefferson Peres (PDT-AM). Na segunda, acusação (que será feita pelo DEM e pelo PSDB, partidos autores da representação contra Renan) e defesa poderão falar por 20 minutos prorrogáveis por mais dez. A parte final da sessão será a votação do processo.

O presidente interino da Casa, Tião Viana (PT-AC), pediu que, durante a sessão, a "partidarização" seja deixada de lado. "Para que seja um julgamento pautado em uma visão de consciência política, em um sentimento de justiça, de ética e a consideração, que devemos ter com as nossas responsabilidades", disse.

Tião Viana afirmou que, caso o senador Renan Calheiros renuncie ao cargo de presidente da Casa durante a sessão, o julgamento continuará normalmente. "O julgamento está sendo em relação ao mandato e não à sua condição de presidente do Senado", afirmou.

Regimentalmente, quando o presidente da Casa renuncia, o presidente interino tem até cinco dias para convocar novas eleições, proclamar o resultado e dar posse ao novo presidente. Tião Viana disse que numa provável renúncia de Renan Calheiros irá transferir a responsabilidade para os líderes decidirem em quanto tempo uma nova eleição será feita.

Esta é a segunda vez em menos de três meses que Renan Calheiros será julgado pelo plenário do Senado. Na primeira, em setembro, ele foi absolvido da acusação de ter usado dinheiro de uma empreiteira para pagar contas pessoais por 40 votos a 35, além de seis abstenções. Desta vez, Renan será julgado pela acusação de ter usado "laranjas" para a compra de veículos de comunicação em Alagoas.

A sessão será aberta. As galerias a tribuna do plenário serão destinadas à imprensa credenciada na Casa e aos deputados que, eventualmente, desejarem acompanhar a sessão.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)