Cassilândia, Segunda-feira, 27 de Fevereiro de 2017

Últimas Notícias

19/09/2007 06:00

Desembargadores negam HC para progressão com 1/6 da pena

TJMS

Por unanimidade, os desembargadores da 1ª Turma Criminal, na sessão desta terça-feira (11), denegaram a ordem para quatro habeas corpus cujos pacientes pediam a concessão de progressão de regime depois de terem cumprido 1/6 da pena. Todos os pedidos foram fundamentados na Lei de Execuções Penais (LEP).

No primeiro caso, HC 2007.025149-5, o paciente foi condenado a 12 anos de reclusão por homicídio qualificado. Alega ter sido condenado na vigência da lei anterior, o que lhe daria direito ao benefício pelos termos anteriores. No HC 2007.025146-4, o paciente foi condenado a 18 anos de reclusão também por homicídio qualificado. No HC 2007.025016-3, o paciente foi condenado a três anos e seis meses de reclusão por tráfico de entorpecentes e no HC 2007.025178-7, houve a condenação a 12 anos de reclusão também por tráfico de entorpecentes.

A relatora dos autos, Des. Marilza Lúcia Fortes, lembrou que desde o dia 28 de março, está vigorando a lei nº 11.464, que introduziu novo parágrafo na lei de crimes hediondos (Lei nº 8.072/920). Ela esclareceu que os pacientes foram condenados por crimes hediondos e, acompanhando o parecer, denegou a ordem.

Entenda - Pela nova lei, o abrandamento do regime pode acontecer se o preso cumprir 2/5 da pena, se primário, e 3/5 se reincidente. Pela forma anterior, a progressão era vetada, porém o benefício acabava sendo concedido após o cumprimento de1/6 da pena. Assim, antes, se o condenado tinha 18 anos a cumprir, o benefício poderia ser concedido depois de três anos – agora, pode haver progressão com somente com cumprimento de 7 anos e dois meses, se primário, e com 10 anos e 8 meses, se reincidente.

Autoria do Texto:Secretaria de Comunicação Social

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 27 de Fevereiro de 2017
Domingo, 26 de Fevereiro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 25 de Fevereiro de 2017
10:00
Receita do dia
07:30
Loterias
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)