Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

01/06/2005 09:24

Desembargador volta a falar sobre reajuste com deputados

Maristela Brunetto e Fabiana Silvestre/Campo Grande News

O presidente do TJ/MS (Tribunal de Justiça), Claudionor Abss Duarte, voltou hoje à Assembléia Legislativa para defender o projeto de reajuste serviços notariais e de registros, efetuados pelos cartórios. Ontem o projeto não teve parecer votado na CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação) porque o deputado Valdenir Machado (PTB), que é dono de cartório, pediu vistas. Ele teve 11 das 13 emendas à matéria rejeitadas na comissão e já disse que vai fazer voto em separado, uma vez que o parecer é favorável ao projeto.
O presidente do tribunal se reuniu com o presidente da Assembléia, Londres Machado (PL). O ex-secretário municipal, Carlos Henrique Santos Pereira, que tem família dona de cartório, também acompanhou a conversa, mas não opinou sobre o projeto.
O TJ pretende reajustar a tabela, transformando os serviços em valores fixados em real, hoje são cotados em Uferms e alguns em percentual da quantia envolvida, como no caso de transferência de imóvel. Para os titulares de cartórios haverá acréscimo no repasse ao Tribunal, que administra o Funjecc (Fundo Especial para Instalação, Desenvolvimento e Aperfeiçoamento das atividades dos Juizados Especiais Cíveis e Criminais), composto pelos recursos arrecadados com as custas e registros. Haverá ainda aumento de 10% sobre os procedimentos para liberação ao Fundo.
Valdenir Machado defendeu aumento de 7%. Os donos de cartório repassam outros 3% da receita ao Funjecc.
Abss Duarte disse não ver motivo para questionamentos ao reajuste e revelou que acredita que o projeto será aprovado.
Conforme ele, o recurso arrecadado é para investimento em estruturação do Judiciário. No entanto, cerca de dez entidades que representam profissionais do direito, como a OAB, se beneficiam de recursos do Funjecc.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)