Cassilândia, Segunda-feira, 21 de Maio de 2018

Últimas Notícias

05/02/2016 06:40

Desembargador suspende decisão e autoriza prefeitura a realizar Carnaval

Campo Grande News

O desembargador Odemilson Roberto Castro Fassa da 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça suspendeu, em parte, nesta quinta-feira (04), decisão do Juiz Plácido de Souza Neto que suspendeu a realização de gastos com eventos, o que em tese inviabilizaria realização do Carnaval popular na cidade de Paranaíba, a 422 quilômetros de Campo Grande. O município foi intimado na segunda-feira, (01), a cumprir sentença judicial de 2007, que proibia o município de gastar com publicidade e festas, até que regularizasse a situação da coleta e depósito de lixo na cidade.

Na tentativa de reverter a situação, o município assinou, em 2014, um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta )), onde comprometia, entre outras ações, a realizar o depósito mensal de R$ 50 mil até dezembro de 2016, com a finalidade de adquirir uma área para construção e funcionamento do aterro sanitário de Paranaíba, avaliado em R$ 2 milhões. Depois de depositar por 12 meses, o valor estipulado, o município deixou de pagar a referida quantia, sob alegação de crise econômica.

Ao receber a denúncia do Ministério Publico Estadual, o juiz revogou o TAC, determinando o “bloqueio imediato das verbas constantes do orçamento do município de Paranaíba destinadas à publicidade em jornais, rádios, outdoor’s e congêneres, além de promoções de festas públicas e qualquer patrocínio cujos recursos devem ser imediatamente depositados até o limite de R$ 1.400.000,00”, consta trecho da ação.

Na decisão proferida nesta quinta-feira, o desembargador sustenta que o município foi intimado, tão somente, quatro dias antes do início da festividade, que devem ter inicio nesta sexta-feira, dia 05, e pondera que a suspensão acarretará em grande impacto na economia do município.

“Enfatiza que, não pode o judiciário, na eminencia da maior festa do município, surpreendê-lo com uma decisão desta estirpe atacando trabalho de meses antes da decisão, uma vez que o pedido do Ministério Público foi no dia 18 de novembro do ano passado (Três meses antes da decisão)”, pondera.

Ele justifica ainda que o Carnaval faz parte do calendário municipal de atrações, e que é uma data esperada por frequentadores, comerciantes, empresários locais e preparada com antecedência.

“Além disso, o município, por sua vez, também seria prejudicado financeiramente tendo em vista que firmou contrato com artistas nacionais e regionais, além de contratação de toda a estrutura (dj, som, iluminação) para realização da festividade”, diz trecho da decisão.

Por fim, o desembargador decidiu suspender, em parte a decisão judicial, considerando compromisso feito pelo município que recorreu afirmando que já depositou R$ 600 mil por conta e uma penhora de R$ 1,4 mil assegurado em juízo o cumprimento da sentença.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 21 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Domingo, 20 de Maio de 2018
15:18
Cassilândia/Itajá
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)