Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

28/11/2007 07:13

Descoberta inédita sobre ação de bactéria Escherichia

Assessoria de Comunicação do CNPq

Estudo desenvolvido em parceria entre a Universidade de São Paulo e instituições francesas, com apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCT), identificou uma ação importante da bactéria Escherichia coli , presente na flora intestinal e que pode gerar infecções graves, chegando à infecção generalizada.

O achado, que resultou na tese de doutorado do pesquisador brasileiro, Fabiano Pinheiro da Silva, desvendou que a E. coli consegue escapar do sistema de defesa do organismo, ligando-se ao receptor de immunoglobulinas G chamado CD16, o qual tem uma importante atuação no combate à bactéria. A descoberta, inédita, abre novas perspectivas para o tratamento de infecções por E. coli .



"Normalmente, em contato com macrófagos e neutrófilos (células do sistema imunológico), a bactéria sofre fagocitose. A E. coli da flora intestinal normal, entretanto, consegue inibir a própria fagocitose, 'desligando´ este processo nas células do seu hospedeiro", explicou Fabiano Pinheiro.

Este trabalho começou a ser realizado pelo pesquisador em 2001, na Faculdade de Medicina da USP, sob orientação do Prof. Renato Costa Monteiro, e foi concluído na França, com bolsa de Doutorado-Sanduíche do CNPq, envolvendo o Institut National de la Santé et de la Recherche Médicale (INSERM) e a Universidade de Paris 7.

A pesquisa

No estudo, foram utilizados camundongos geneticamente modificados. Em um grupo deles, foi nocauteado o gene que codifica a síntese do receptor CD16. Em outros, foi retirada a molécula a ele associado (cadeia gamma). Os camundongos foram, então, submetidos à indução de uma infecção do peritônio (peritonite). Acreditava-se que com estas modificações, os camundongos ficariam mais suscetíveis à infecção, mas os resultados colocaram em evidência o fato de que animais deficientes em cadeia gamma apresentam mortalidade por sepse diminuída. Os resultados, confirmados nos dois tipos de camundongos, surpreenderam os pesquisadores.

Segundo Fabiano Pinheiro, a partir dessa pesquisa, pode-se pensar, agora, em novas formas de combater as infecções por E. coli . "Inibindo-se a ligação de E. coli ao CD16, a bactéria ficaria impedida de utilizar este receptor para inibir a própria fagocitose e o sistema imune poderia eliminá-la, assim, mais rapidamente", conclui.

A perspectiva de um mecanismo de combate mais eficaz às infecções por E. coli é de suma importância para evitar a sepse, primeira causa de morte em UTIs. "A chance de uma infecção por E. coli evoluir para sepse depende do sítio da infecção, do estado de saúde do paciente, idade e presença ou não de comorbidades, mas no caso de peritonites por perfuração intestinal, a chance é muito elevada", aponta Fabiano.

Esses resultados foram publicados pela Revista Nature Medicine , em outubro deste ano. No Brasil, participaram da pesquisa, também, o Prof. Irineu Tadeu Velasco e o Dr. Murilo Chiamolera, ambos da Disciplina de Emergências Clínicas da USP.





Assessoria de Comunicação do CNPq

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)