Cassilândia, Domingo, 19 de Novembro de 2017

Últimas Notícias

20/05/2004 16:10

Desarmamento : Sugestões da sociedade são bem acolhidas

Juliana Andrade / ABr

O decreto de regulamentação do Estatuto do Desarmamento acabou com a idade mínima para praticantes de tiro desportivo, desde que tenham autorização judicial. Essa é uma das cerca de 40 sugestões da sociedade acolhidas pela Comissão Especial que, durante três meses, elaborou a regulamentação do Estatuto. Pela versão original, a prática seria liberada apenas mediante autorização judicial a pessoas com idade de 14 a 18 anos.

Em abril, o texto do decreto ficou disponível para consulta pública na internet durante 15 dias. Também foram recebidas sugestões durante audiência pública. Ao todo, a comissão, formada por especialistas dos Ministérios da Justiça e da Defesa, recebeu cerca de mil sugestões. A versão final do texto foi entregue nesta quinta-feira aos ministros Márcio Thomaz Bastos, da Justiça, e José Viegas, da Defesa, e será encaminhada ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“Esse decreto que está saindo não é uma surpresa para a sociedade. As regras foram postas”, observou a secretária de Assuntos Legislativos do Ministério da Justiça, Ivete Lund Viegas, coordenadora da comissão especial.

Entre as sugestões acolhidas pela comissão, Ivete destacou a enviada por um comerciante de armas de fogo. A proposta do governo é de que cada comerciante tenha em sua loja um banco de dados à disposição da Polícia Federal com a relação dos compradores de armas. Mas ao considerar a alegação do comerciante de que não haveria como manter o banco de dados por tempo indefinido, os integrantes da comissão decidiram fixar o prazo em cinco anos.

Outra contribuição da sociedade inserida no decreto é que pessoas armadas flagradas sob efeito de medicamentos ou de substâncias que causem dependência física ou psíquica ou provoquem alterações no desempenho intelectual ou motor também perderão o porte da arma. Inicialmente, estaria sujeito a essa medida apenas quem estivesse armado e tivesse embriagado ou sob efeito de drogas.

As armas que são prova de crime poderão ficar guardadas nos depósitos do Comando do Exército, até o julgamento do acusado, caso o juiz decida, em vez de ficarem guardadas em fóruns e delegacias. “Antes o juiz não tinha alternativa sobre o que fazer com essa arma, que não pode ser destruída”, observou a secretária.

Entre as manifestações que chegaram à comissão especial, uma dúvida levantada acabou preenchendo uma lacuna do decreto, relacionada a casos de morte do proprietário da arma. “Às vezes a esposa nem sabia que o marido tinha arma e não pode ser considerada uma criminosa de pronto. Aí coube a nós dar os caminhos. O administrador da herança deverá providenciar a transferência da propriedade da arma, mediante alvará judicial, ou poderá devolvê-la à polícia e receber a indenização”, explicou Ivete.

Outra sugestão acolhida é a que aumenta o controle das armas. A numeração constante no cano da arma também terá que ser incluído no registro. Na versão anterior do decreto, apenas o número da própria arma deveria constar no documento.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 19 de Novembro de 2017
Sábado, 18 de Novembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sexta, 17 de Novembro de 2017
19:49
Cassilândia
10:28
Cassilândia
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)