Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

22/10/2006 19:02

Deputados tentarão votar novo parcelamento de dívidas

Iolando Lourenço/ABr

A Câmara dos Deputados tentará votar nesta semana a Medida Provisória 303, que permite novo parcelamento de dívidas perante a Secretaria da Receita Federal, a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional e o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A chamada MP do Refis 3 foi alterada pelos senadores e agora depende de nova votação dos deputados.


Se não for aprovada até sexta-feira (27), a MP perderá a validade. Por isso, o presidente da Câmara, deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP), convocou os parlamentares para duas sessões de votação amanhã e na terça-feira (24). Com quórum, outras sete medidas provisórias deverão ser votadas, porque trancam a pauta da Casa.


Na votação da MP na última terça-feira (17), os senadores incluíram no parcelamento os débitos com a Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Aumentaram de dois para seis o número de parcelas não pagas a partir do qual o contribuinte será excluído do parcelamento. Retiraram do texto o dispositivo que estabelecia a exclusão do parcelamento a existência de débitos com o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço. E alteraram o prazo de opção pelo parcelamento, que passa de 15 de setembro para 60 dias após a publicação da futura lei.


Das outras sete MPs que trancam a pauta, três tratam de abertura de créditos extraordinários. A mais polêmica entre elas é a de número 316, sobre o reajuste para aposentados e pensionistas que ganham mais de um salário mínimo. O governo propõe índice de 5,01%, mas a oposição insiste em aumento igual ao concedido ao salário mínimo, de 16,67%.


O Senado Federal não marcou sessão deliberativa (de votações) para a semana. A pauta também está trancada por quatro Medidas Provisórias, que só deverão ser apreciadas depois do segundo turno das eleições. Após a votação dessas MPs, os senadores deverão votar o projeto de lei complementar que trata do Estatuto Geral da Micro e Pequena Empresa (Supersimples).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)