Cassilândia, Segunda-feira, 21 de Maio de 2018

Últimas Notícias

28/10/2008 13:52

Deputados reivindicam emenda para habitação em MS

Fernanda França e Paulo Fernandes - Campo Grande News

Durante a audiência promovida nesta manhã, na Assembléia Legislativa, para discutir o Orçamento Geral da União – exercício financeiro de 2009, os deputados estaduais reivindicaram a apresentação de emendas contemplando três áreas básicas: saúde, habitação e segurança pública.

Segundo o relator do Orçamento, senador Delcídio do Amaral (PT-MS), entre as três propostas, é certo que pelo menos uma deve virar emenda, neste caso, na área da habitação.

Segundo ele, os deputados estaduais solicitam verbas para a construção de 10 mil casas em Mato Grosso do Sul.

Delcídio informou que ainda serão analisados tanto o valor que estas casas custarão e quantas poderão ser feitas.

Sobre a saúde e a segurança pública, Delcídio informou que vai visitar os dois ministérios para tentar garantir estes recursos já no texto do Orçamento.

Os deputados estaduais alegaram que os recursos são necessários para a compra de equipamentos na área da segurança e para os hospitais e demais unidades de saúde do Estado.

De acordo com Delcídio, o fato dessa solicitação de verbas para a habitação ter saído de uma audiência pública, dá respaldo para a busca desses recursos, já que não existe nenhuma garantia de que o governo vá fazer a liberação de dinheiro para estas emendas coletivas.

Delcídio avaliou a discussão desta manhã como “muito proveitosa” e disse que esta foi a melhor audiência da qual ele participou, devido à participação em massa de deputados, prefeitos e representantes de segmentos sociais.

Ao todo, participaram do encontro 71 prefeitos, deputados, senadores, vereadores e líderes comunitários.

O orçamento-geral da União deve destinar R$ 1,4 bilhão para Mato Grosso do Sul. Na peça orçamentária - que discrimina onde o governo federal pretende investir o R$ 1,6 trilhão do orçamento, estão previstos repasse para educação superior (R$ 225 milhões), Bolsa Família (R$ 175 milhões), Saúde (R$ 473 milhões), estatais (R$ 205 milhões), Plano de Aceleração do Crescimento (R$ 179 milhões) e PPI (R$ 154 milhões).

Os valores compreendem tanto recursos para custeios quanto para investimentos. Além do total já previsto pela União, os senadores e deputados federais têm direito a emendas individuais no valor de R$ 8 milhões.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 21 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Domingo, 20 de Maio de 2018
15:18
Cassilândia/Itajá
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)