Cassilândia, Sábado, 06 de Junho de 2020

Últimas Notícias

14/05/2020 16:00

Deputados reconhecem estado de calamidade pública no município

Sessão ocorreu na manhã de hoje

Jornal Tribuna Livre - Luis Vilela
Deputados reconhecem estado de calamidade pública no município

O Projeto de Decreto Legislativo que reconhece o estado de calamidade pública no município de Paranaíba, em decorrência da pandemia causada pelo coronavírus, foi aprovado com 13 votos favoráveis e 5 contrários na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul na manhã desta quinta-feira (14).

A calamidade pública, além de flexibilizar limites orçamentários e permitir a destinação excepcional de mais recursos à saúde sem cometimento de crime de responsabilidade fiscal, legitima a instauração de regimes jurídicos urgentes e provisórios, com a finalidade de conter os impactos da situação calamitosa.

Favorável ao decreto, o presidente da ALMS, deputado Paulo Correa, frisou que o decreto não abre mão da fiscalização do executivo municipal. “Entendo que estamos fazendo uma coisa preventiva, o município tem a possibilidade de comprar emergencialmente sem atender a lei das licitações mas ele tem necessidade de prestar contas. Se está decretado no Brasil inteiro é uma mera formalidade esse decreto legislativo proposto pelos prefeitos”.

João Henrique Catan (PL) é de Paranaíba e foi contrário ao decreto no município. “A população não está contente na aprovação de calamidade em municípios que não têm casos de coronavírus, a população não reconhece isso”, disse o deputado que votou contra a medida.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 06 de Junho de 2020
11:00
Saúde
Sexta, 05 de Junho de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)