Cassilândia, Terça-feira, 29 de Setembro de 2020

Últimas Notícias

14/10/2003 16:02

Deputados pedem criação de órgão para fiscalizar Serasa

Daniel Lima/ABr

Brasília - Representantes da CPI da Serasa pediram hoje ao ministro da Fazenda, Antonio Palocci, a indicação ou criação de um órgão específico para fiscalizar a empresa, constituída por bancos com o objetivo de proteger o crédito. A CPI da Câmara dos Deputados investiga os critérios adotados pela Serasa na hora de incluir empresas e pessoas em seus cadastros.

“Queremos participação, ação e fiscalização tanto dos governos federal e estaduais, quanto das prefeituras para evitar que haja manipulação de dados de 27 milhões de pessoas que estão ‘negativadas’ nos cadastros da empresa”, disse o deputado Fernando Giacobo (PL/PR), presidente da Comissão.

Os integrantes da CPI da Serasa também pedem ao governo medidas para evitar que os bancos oficiais usem apenas as informações da Serasa na hora de conceder créditos para a população de baixa renda ou para microempreendedores.

Segundo a deputada Perpétua Almeida (PCdoB-AC), que também participou do encontro, o ministro Palocci assumiu o compromisso de discutir com o Banco do Brasil e com a Caixa Econômica Federal regras menos rigorosas na hora de conceder o microcrédito.

“O que nós queremos é que a consulta não seja exclusivamente regra geral para impedir o crédito. Se o cidadão está “negativado” por causa de R$ 1 é normal que se reveja a situação dele”, disse a deputada

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 29 de Setembro de 2020
11:00
Corrida/Nutrição/Fitness
Segunda, 28 de Setembro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)