Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

05/04/2006 14:07

Deputados defendem foro especial para ex-políticos

Agência Câmara

O deputado Paulo Afonso (PMDB-SC) defendeu o foro privilegiado para ex-políticos por atos praticados durante o mandato, pois segundo ele há um "aparelhamento político" do Ministério Público nos estados. A afirmação foi feita durante audiência pública da Comissão Especial da Reforma do Judiciário (PEC 358/05), encerrada há pouco. O deputado argumentou que o simples fato de o político ter uma ação ajuizada contra ele já é uma condenação. Por essa razão, ele entende que o foro especial impediria o ajuizamento de ações sem fundamento, apenas com finalidade política.
O deputado Vicente Arruda (PSDB-CE) também defendeu o foro especial e o ajuizamento de ações civis públicas e ações populares contra ex-políticos exclusivamente no Supremo Tribunal Federal (STF) e no Superior Tribunal de Justiça (STJ). Pelo texto da PEC 358/05, as autoridades que têm prerrogativa de foro no STF e no STJ, em caso de ação penal, teriam o mesmo direito no caso de ações civis públicas e ações populares. A proposta ainda estabelece que, se essas ações tiverem repercussão além da jurisdição do juiz de primeira instância ou dos tribunais de segunda instância, elas serão julgadas pelo STJ ou STF, conforme o caso.

Evolução democrática
O procurador-geral da República, Antônio Fernando de Souza, disse que a limitação do foro especial condiz com a evolução da democracia. Para ele, "esterilizar" o Ministério Público por conta de alguns excessos isolados é uma medida desproporcional. O procurador lembrou que o político que se sentir prejudicado pode impetrar mandado de segurança contra o promotor.
Ele argumentou que o risco de um político ser prejudicado por uma ação improcedente é um custo justificável para o exercício da democracia.


Reportagem - Edvaldo Fernandes
Edição - Paulo Cesar Santos

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)