Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

04/01/2008 14:53

Deputados de MS gastam R$ 1,3 mi com verba extra

Os deputados federais de Mato Grosso do Sul gastaram R$ 1.359.612,72 durante 2007 com verbas indenizatórias. Vander Loubet (PT) e Geraldo Resende (PMDB) lideram os gastos em 2007. O petista atingiu o limite anual de R$ 180 mil e o peemedebista gastou R$ 179.992,02.

O benefício, instituído em 2001, se refere aos recursos extra-salários destinados ao ressarcimento de gastos com aluguel, combustíveis, locomoção, contratação de consultorias, entre outras despesas relacionadas ao exercício do mandato. Cada parlamentar tem direito a R$ 15 mil por mês, cumulativos dentro de cada semestre, ou seja, o deputado pode pedir o reembolso de até R$ 90 mil por semestre.

Mesmo em janeiro de 2007, quando não houve sessão deliberativa na Câmara, devido ao recesso parlamentar, sete deputados sul-mato-grossenses foram ressarcidos em R$ 89.098,21. São eles: Antônio Carlos Biffi (PT), Antônio Cruz (PP), Resende (à época do PPS), Nelson Trad (PMDB), Vander, Waldemir Moka (PMDB) e Pedro Pedrossian Filho (PMDB), que assumiu a vaga deixada pela eleição do até então deputado federal Murilo Zauith (DEM) a vice-governador.

Pepe, como é conhecido, foi deputado somente no mês de janeiro até dia dois de fevereiro, quando iniciou outra legislatura.

Na conta de janeiro de 2007 não entram os novatos Dagoberto Nogueira Filho (PDT) e Waldir Neves (PSDB), já que estão em primeiro mandato de deputado federal e tomaram posse em fevereiro.

Com exceção de Pedrossian Filho, Antônio Cruz foi o parlamentar sul-mato-grossense que menos gastou em 2007, R$ R$ 139.144,26.



Midiamax

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)