Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

16/11/2005 09:16

Deputados analisam dois vetos e votam 12 projetos hoje


A Ordem do Dia desta quarta-feira prevê a votação de 12 projetos de lei, sendo seis em discussão única, quatro em segunda e dois em primeira. Os deputados ainda vão analisar dos vetos do governador Zeca do PT aos projetos aprovados na Assembléia Legislativa.

O primeiro veto é ao Projeto de Lei 04/05, do deputado estadual Waldir Neves (PSDB), que prevê a cassação da inscrição no cadastro de contribuintes do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) de estabelecimenmto responsável pela adulteração de combustível. A Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) deu parecer favorável à rejeição do veto e pela promulgação do projeto.

O segundo veto tem o aval da CCJR pela sua manutenção. É o projeto de lei 089/05, do deputado Onevan de Matos (PDT), que dispõe sobre a instalação nos semáforos das vias públicas de maior intensidade de veículos, equipamentos sonoros ou mecanismos alternativos para o fim que especifica.

PROJETOS - A Assembléia votará seis projetos em discussão única nesta quarta-feira. O primeiro é Projeto de Resolução 040/05, do deputado Jerson Domingos (PMDB), que designa um funcionário da Casa para missão especial junto à Caixa de Assistência dos Servidores de Mato Grosso do Sul (Cassems). O Projeto de Decreto Legislativo 022/05, do deputado José Teixeira (PFL), autoriza o Poder Executivo a doar o terreno do antigo posto de saúde do distrito de Macaúba para a prefeitura de Dourados.

Outros quatro projetos concedem título de utilidade pública. O de número 185/05, de Maurício Picarelli (PTB), beneficia o Grupo de Ação e Prevenção às Pessoas vivendo com HIV/Aids (Gapp) de Ponta Porã. O PL 186/05, de Humberto Teixeira (PDT), contempla a Associação dos Agricultores Familiares da 19.ª e 20.ª (AAFA) de Deodápolis. O PL 191/05, de Ari Artuzi (PMDB), declara a Residência Protegida de Rio Brilhante. O PL 192/05, de Pedro Teruel (PT), dará isenção de tributas à Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Nova Alvorada do Sul.

Em segunda votação será apreciado o Projeto de Resolução 034/05, de Humberto Teixeira, que altera o artigo 62 do Regimento Interno da Assembléia, que permitirá a eleição do proponente de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para relatar ou presidir a referida comissão. Em segunda será analisada o PL 119/05, de Raul Freixes (PTB), que altera a Lei 1.810, de 22 de dezembro de 1997, sobre o Código Tributário do Estado.

Em segunda discussão, os deputados votarão o PL 131/05, de Sérgio Assis (PSB), que torna obrigatória a exibição de filme publicitário em todas as salas de cinemas do Estado conscientizando as pessoas sobre a prevenção das doenças sexualmente transmissíveis e as consequências do uso de entorpecentes. O último em segunda é o PL 132/05, de Celina Jallad (PMDB), que dispõe sobre a responsabilidade da destinação de pilhas, baterias e lâmpadas usadas em MS.

Pela primeira vez, o plenário analisará o Projeto 175/05, de Humberto Teixeira, que propõe mudanças na Lei 2.787, de 24 de dezembro de 2003, que dispõe sobre o sistema estadual de ensino. O último projeto, 207/05, do Tribunal de Justiça, eleva a comarca de Chapadão do Sul ao alterar os dispositivos da Lei 1.511, de 5 de julho de 1994.

Agência de Notícias do Legislativo - ANL
Edivaldo Bitencourt

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)