Cassilândia, Segunda-feira, 27 de Fevereiro de 2017

Últimas Notícias

12/08/2005 06:51

Deputados afirmam que mínimo de R$ 384 não é factível

Elton Bonfim - Agência Câmara

Goldman: "o valor não é factível porque não corresponde às possibilidades da Previdência."
Apesar de alguns vice-líderes do PSDB afirmarem que vão apoiar o salário mínimo de R$ 384,29, aprovado ontem pelo Senado, o líder do partido, deputado Alberto Goldman (SP), acredita que o valor não é factível. "O PSDB tem a responsabilidade de aprovar um projeto e dizer se é factível e real. Na minha avaliação, não é factível porque o valor não corresponde às possibilidades da Previdência."
Goldman lembrou que, na votação da Câmara, a legenda defendeu a fixação do mínimo em R$ 308. Com o retorno da proposta à Casa, os deputados só poderão optar entre o valor originalmente aprovado pela Câmara, de R$ 300, ou o aumento do Senado, para R$ 384,29.

Responsabilidade fiscal
O vice-líder do governo deputado Beto Albuquerque (PSB-RS) confia no que chamou de responsabilidade fiscal de alguns integrantes da oposição para derrubar o aumento.
Albuquerque criticou os senadores pela "venda de ilusão, querendo provocar o caos e desgastar o governo". "Na Câmara, temos convicção de que a oposição e a base do governo saberão respeitar as possibilidades orçamentárias e rejeitar essa manobra diversionista e oportunista do Senado", espera.
Já o líder interino do PT, deputado Fernando Ferro, atribuiu a derrota do governo no salário mínimo ao forte clima de disputa política. "O cenário das CPIs realmente incendeia as paixões. A medida correta será retornar à prudência e levar a votação da Câmara com responsabilidade, denunciando uma atitude irresponsável dos senadores."

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 27 de Fevereiro de 2017
Domingo, 26 de Fevereiro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 25 de Fevereiro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)