Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

04/10/2005 15:43

Deputado pede acareação entre Santos, Valério e Duda

Agência Câmara

O deputado José Rocha (PFL-BA) pediu há pouco uma acareação entre o ex-presidente da Casa da Moeda Manoel Severino dos Santos, que depõe hoje na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da Compra de Votos, e os empresários Marcos Valério de Souza e Duda Mendonça. Na opinião do deputado, o depoimentos dos três são contraditórios.
José Rocha lembrou que Marcos Valério - acusado de operar o suposto "mensalão" - apresentou uma lista de saques de sua conta no Banco Rural na qual Santos aparece como destinatário de R$ 2,67 milhões. No depoimento de hoje, porém, o ex-presidente da Casa da Moeda só admitiu o recebimento de R$ 100 mil. Ele ainda negou que o saque tenha sido feito em seu nome.

Encontros com Valério
Santos também entrou em contradição com relação aos encontros que teve com Marcos Valério. Inicialmente ele disse que se encontrou com o empresário para tratar apenas de serviços de publicidade para a Casa da Moeda. Esses serviços teriam, inclusive, sido recusados pelo ex-presidente.
Marcos Valério também teria sido procurado para intermediar encontros com representantes da BrasilTelecom. O assunto seria a fabricação de cartões telefônicos pela Casa da Moeda.
Questionado há pouco pelo deputado Fernando Coruja (PPS-SC), Manoel Severino dos Santos deu outras informações sobre Marcos Valério. O ex-presidente disse que também foi procurado pelo empresário em 2003. Valério teria interesse em participar da campanha de candidatos do PT em dez municípios do Rio de Janeiro.

Campanha no Rio
Manoel Severino dos Santos, que coordenou a campanha de Benedita da Silva (PT) ao governo do Estado do Rio de Janeiro em 2002, disse ainda que não pagou ao publicitário Duda Mendonça para levar a campanha adiante. No entanto, Duda, em depoimento na CPMI dos Correios, informou que recebeu, sim, dinheiro do diretório do PT do Rio para fazer a campanha.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)