Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

06/09/2005 14:20

Deputado explica, em nota, dinheiro que recebeu

Priscilla Mazenotti / ABr

O deputado José Mentor (PT-SP), em nota divulgada à imprensa pouco antes de depor na Polícia Federal, negou que tivesse recebido qualquer tipo de pagamento para votar a favor do governo ou que tivesse beneficiado o empresário Marcos Valério. Afirmou também que não sacou dinheiro de nenhuma agência do Banco Rural. O deputado recebeu, por intermédio de seu escritório de advocacia, R$ 120 mil da empresa 2S Participações, que pertence a Marcos Valério.

De acordo com a nota, os R$ 120 mil recebidos por seu escritório de advocacia são "referentes a serviços jurídicos prestados para o Dr. Rogério Tolentino", advogado e sócio de Marcos Valério. Os pagamentos foram feitos em duas parcelas de R$ 60 mil. O deputado negou que tivesse tratado de assuntos do Banco Rural e da Comissão Parlamentar de Inquérito com Marcos Valério.

Na nota, afirmou também que não protegeu o Banco Rural. Ele foi o relator da CPI do Banestado que investigou a evasão de divisas e remessas de dinheiro para o exterior, tendo o Banco Rural como uma das instituições investigadas.

Segundo ele, o Banco Rural não foi tratado como prioridade pelos próprios membros da CPI. "Nos últimos 15 meses de trabalho, em 26 sessões, o banco foi mencionado apenas quatro vezes", afirmou no texto.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)