Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

09/05/2013 11:09

Deputado estadual defende plebiscito sobre mudança de nome de MS

Portal ALMS

Discussão veio novamente à tona depois da visita da presidenta Dilma Roussef (PT) que, durante discurso em Campo Grande, confundiu MS com MT

O deputado estadual Amarildo Cruz (PT) defendeu hoje, ao usar a tribuna na Assembleia Legislativa, a realização de um plebiscito sobre a mudança de nome do Estado de Mato Grosso do Sul. O posicionamento, defendido há anos pelo parlamentar, foi reafirmado depois de a presidenta Dilma Roussef (PT) confundir MS com o Mato Grosso, em seu discurso durante visita à Capital na última segunda-feira (29).

"E não é só a presidenta, não. Todo mundo de fora refere-se ao Estado como Mato Grosso. Essa é uma questão que emperra o nosso desenvolvimento", afirmou o parlamentar. Na avaliação dele, o momento às vésperas de grandes eventos mundiais - como a Copa das Confederações, Copa do Mundo e Olimpíadas - é extremamente oportuno para levantar essa discussão.

"É penoso para todos os sul-mato-grossenses que o Estado seja considerado um apêndice do Mato Grosso. Essa questão do nome provoca a falta de reconhecimento de Mato Grosso do Sul e atrapalha seu desenvolvimento", afirmou.

Amarildo Cruz lembrou ainda que na época da divisão do antigo Mato Grosso, a região sul que deu origem ao nosso Estado era a mais desenvolvida. Devido à sua proximidade com os grandes centros, era esperado que se desenvolvesse ainda mais. "Mas não foi o que aconteceu e eu atribuo isso em parte à questão da falta de identidade que começa pelo nome", disse.

Para o parlamentar, esse problema pode ser facilmente solucionado com uma ampla consulta popular que resulte na troca do nome do Estado. Uma das opções seria Estado do Pantanal (PN), destacando o bioma reconhecido internacionalmente e com grande parte de sua extensão em território sul-mato-grossense. "Penso que essa questão é muito mais fácil de se resolver e isso deve ser feito em conjunto com a população", concluiu.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)