Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

12/04/2005 14:50

Deputado cria Comitê da Legítima Defesa

Agência Câmara

Enquanto parte da Câmara se mobiliza contra a venda de armas de fogo no Brasil, há iniciativas na Casa em favor do porte. O deputado Alberto Fraga (sem partido-DF) instalou, no fim da manhã de hoje, o Comitê Suprapartidário Pró-Legítima Defesa.
O objetivo é acompanhar, junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a elaboração dos critérios de divulgação da campanha do referendo, previsto para outubro, sobre o comércio legal de armas. A consulta à população está definida no Estatuto do Desarmamento e o assunto está sendo analisado pela Câmara.

Apoio
Entidades como o Movimento Viva Brasil, policiais civis e militares e produtores rurais participaram do lançamento do Comitê. Alberto Fraga, que é presidente da Frente Parlamentar de Defesa da Segurança Pública, pretende ainda conseguir o apoio de outros parlamentares. "Queremos ter o direito de, se o referendo for aprovado, mostrar o outro lado da verdade. Queremos que o cidadão tenha o direito da legítima defesa", disse o deputado.
O referendo, na opinião dele, é desnecessário, porque o Estatuto do Desarmamento já dificultou a comercialização de armas na prática. Ele acredita ainda que o fim do comércio legal de armas vai acabar institucionalizando o mercado negro.
Alberto Fraga anunciou que fará requerimento ao ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, para saber quantos cidadãos civis compraram arma depois do Estatuto.

Reportagem - Carolina Nogueira
Edição - Noéli Nobre

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)