Cassilândia, Quarta-feira, 01 de Março de 2017

Últimas Notícias

23/03/2005 15:06

Depósito de precatório será feito na conta

OAB

O pedido da Ordem dos Advogados do Brasil para que o pagamento eletrônico de precatórios e RPVs -- Requisições de Pequeno Valor sejam feitos em sua totalidade, incluindo os honorários de sucumbência, foi negado pelo Conselho da Justiça Federal. A decisão é desta quarta-feira (22/3).
A OAB combateu os dispositivos da Resolução 399, que determina que os depósitos sejam feitos pelos Tribunais Regionais Federais diretamente na conta bancária do beneficiário,
dispensando o alvará de levantamento.
Antes da resolução, os advogados podiam, mediante procuração do cliente, retirar o alvará na Vara Federal e sacar os valores, destacando os seus honorários e entregando ao cliente a parte que lhe era devida. Segundo o pedido da OAB, o saque seria feito com a condição de que o advogado tivesse poderes para tanto, por intermédio de instrumento de mandato.
O parecer, encaminhado pelo presidente da Ordem, Roberto Busato, alega que a resolução viola dispositivos da Lei 8.906/94 (Estatuto da Advocacia e da OAB), em especial o artigo 22, que trata dos honorários. Segundo a entidade, o contrato de honorários é pessoal e privativo, não podendo a privacidade dos advogados ser invadida pelo Poder Judiciário.
O Conselho entendeu que compete somente ao CJF rever seus julgamentos. Além disso, os destinatários da resolução são os Juízos Federais ou os entes que a eles se equipararem. Assim, ela deve ser compreendida como regra geral para o pagamento de créditos contra a Fazenda Pública, “sem prejuízo de outras previsões legais de cunho especial, mas de caráter facultativo aos advogados”.
O CJF também argumentou que a Resolução 399 encontra amparo no artigo 10 da Lei Complementar 101/2000 (Lei de Responsabilidade Fiscal), segundo a qual “a execução orçamentária e financeira identificará os beneficiários de pagamento de sentenças judiciais”.
No que diz respeito à quebra do sigilo do contrato celebrado entre advogado e cliente, os conselheiros entenderam que o argumento não é convincente. Para o Conselho, o Estatuto da Advocacia não faz menção aos contratos de honorários.
Segundo o coordenador-geral da Justiça Federal e relator do processo, ministro Ari Pargendler, os honorários da sucumbência, a partir da resolução, passaram a ser arbitrados pelo juiz e a ser depositados diretamente na conta do advogado.
Ele afirma que isso já vem acontecendo nos Juizados Especiais Federais da 4ª Região (RS, PR, SC) e em todas as Varas Federais da 5ª Região (PE, CE, AL, SE e PB) e, a partir da resolução, será uma prática comum a toda a Justiça Federal.
Quanto aos honorários pactuados com o cliente, Pargendler explica que os advogados devem firmar um contrato escrito que deverá ser juntado ao processo, antes que a requisição do precatório ou RPVs seja expedida pelo juiz. O cumprimento desse contrato, segundo o coordenador-geral, deverá ser observado pelo juiz.
Revista Consultor Jurídico, 22 de março de 2005

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 01 de Março de 2017
Terça, 28 de Fevereiro de 2017
Segunda, 27 de Fevereiro de 2017
Domingo, 26 de Fevereiro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)