Cassilândia, Sábado, 29 de Abril de 2017

Últimas Notícias

18/06/2015 06:01

Depois de três anos, Argentina retira embargo a carne brasileira

Wellton Máximo – Repórter da Agência Brasil

 

Depois de três anos, a Argentina retirou o embargo à carne brasileira, anunciou ontem (17) o Ministério da Agricultura. Desde 2012, o Brasil não podia vender carne ao país vizinho por causa da confirmação de um caso do mal da vaca louca em Mato Grosso.

Segundo o ministério, o Serviço de Sanidade e Qualidade Agroalimentar (Senasa) da Argentina, após reavaliar o caso a pedido do governo brasileiro, reconheceu que casos atípicos da doença como o registrado no Brasil podem ocorrer em qualquer parte do mundo, sem acarretar risco de epidemia. Nos casos atípicos, o mal da vaca louca manifesta-se de forma esporádica e espontânea e não está relacionada à ingestão de alimentos contaminados.

Embora o Brasil não seja exportador de carne para a Argentina, o Ministério da Agricultura avaliava que o embargo prejudicava a imagem da carne brasileira no exterior e comprometia oportunidades de negócios com outros países.

No mesmo dia em que a Argentina retirou o embargo à carne brasileira, o Brasil revogou o embargo às maçãs, às peras e aos marmelos argentinos. Em março deste ano, o Brasil tinha proibido a importação desses produtos do país vizinho por causa da presença da praga Cydia pomonella, erradicada em território brasileiro no ano passado.

De acordo com o Ministério da Agricultura, as providências das autoridades argentinas para conter a disseminação da praga justificaram o fim da restrição. Com base no princípio da reciprocidade, os dois países optaram por declarar simultaneamente a liberação do comércio dos produtos.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 29 de Abril de 2017
Sexta, 28 de Abril de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)