Cassilândia, Terça-feira, 21 de Maio de 2019

Últimas Notícias

31/03/2019 14:00

Delegado acusado de matar boliviano tentou destruir celular ao ser preso

"Você sabe qual é a praxe nesses casos, né", disse Fernando Araújo Junior, no momento em que foi preso e tentou destruir aparelho; mulher dele tentou fugir e mordeu dois policiais

Campo Grande News
Operação foi realizada na sexta-feira (Foto: Anderson Gallo/Diário Corumbaense)Operação foi realizada na sexta-feira (Foto: Anderson Gallo/Diário Corumbaense)

O delegado da Polícia Civil preso na sexta-feira (29) por assassinar um boliviano dentro de uma ambulância, em fevereiro deste ano, tentou quebrar o celular na frente de policiais da DEH (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Homicídio) e do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Banco, Assaltos e Sequestros).

A tentativa de destruir provas aconteceu na manhã de sexta-feira, quando equipes das delegacias cumpriam mandados de prisão temporária e busca e apreensão contra ele em Corumbá – a 446 quilômetros de Campo Grande.

Conforme apurado pela equipe de reportagem, o delegado Fernando Araújo da Cruz Junior, de 34 anos, foi surpreendido pelos policiais por volta das 7 horas. Ele recebeu a equipe “cordialmente”, avisou a mulher Sílvia Aguilera e a babá sobre a ação dos policiais, e contou que sua arma estava guardada no quarto.

Ele levou três policiais até o cômodo e apontou onde a guardava, em um compartimento alto do guarda-roupa. Enquanto os investigadores apreendiam a arma, Fernando se aproximou do criado-mudo ao lado da cama e falou: “Você sabe qual é a praxe nesses casos, né?”. Em seguida bateu o celular no móvel.

Fernando ainda tentou quebrar o celular no joelho, mas antes de destruir completamente o aparelho foi impedido por um dos investigadores, enquanto o outro retirou o celular de suas mãos. Revoltado gritou que era delegado e mandou os policiais “tirarem a mão dele”. Fernando foi algemado.

O “ataque” do delegado não foi a única dificuldade encontrada pelos policiais durante o cumprimento dos mandados. Se inicialmente a esposa do delegado concordou em acompanhar as buscas em sua casa, no meio da operação mudou de ideia e saiu correndo da residência com a filha mais nova no colo.

No meio da rua, ela entrou no carro de um desconhecido e pediu carona, mas foi alcançada por um dos policias. Sílvia desceu e mais uma vez tentou fugir, sendo novamente impedida pelo investigador, que a segurou pelo braço. Para se soltar, a mulher agrediu e mordeu o braço do policial.

Outros policiais correram para ajuda a conter a mulher, entre eles o delegado Fabio Peró, do Garras. Descontrolada, Sílvia ainda mordeu a mão do delegado antes de ser algemada por ele e levada de volta para casa. O caso foi registrado na 1ª Delegacia de Polícia Civil de Corumbá com lesão corporal.

Entenda - Segundo as investigações, o delegado esfaqueou e matou a tiros Alfredo Rangel Weber, de 48 anos, no dia 23 de fevereiro. A desavença entre os dois começou durante as eleições para presidente da associação de agropecuaristas na Bolívia, onde o sogro de Fernando, Asis Aguilera Petzold (o atual prefeito da cidade de El Carmen), concorria ao cargo.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 21 de Maio de 2019
10:00
Receita do Dia
Segunda, 20 de Maio de 2019
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)