Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

11/04/2005 13:06

Delcídio não concorda em negociar vaga de senador

Assessoria de Imprensa
Cassilândia NewsCassilândia News

O líder do PT no Senado, Delcídio do Amaral, não concorda com a idéia do governador José Orcírio dos Santos, de ceder a vaga de candidato a senador para alguém do PMDB, em caso de verticalização. Para Delcídio, não fez sentido o governador ficar de fora da disputa depois de ter construído trajetória política que o consagrou como a mais influente liderança do PT em Mato Grosso do Sul. “A situação aqui é tão favorável à continuidade do nosso projeto e especialmente à candidatura do Zeca (José Orcírio) ao Senado que praticamente ele não vai ter uma eleição. Ele vai ter uma nomeação”, disse Delcídio.

O governador tem dito que, para aproximar o PMDB do PT e garantir a reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, concorda em abrir mão de disputar o Senado, deixando a vaga livre para um candidato do PMDB no Estado. Mas para Delcídio, se José Orcírio desistir de concorrer ao Senado, estará desperdiçando o esforço que o Partido dos Trabalhadores fez para conquistar o poder em Mato Grosso do Sul. “Isto (a candidatura de José Orcírio) é importante para Mato Grosso do Sul, é importante para o Brasil, para o Congresso Nacional. E, acima de tudo, eu acho que o governador Zeca não pode abdicar de um direito que ele conquistou, que é ser senador da República pelo PT”, avaliou Delcídio.

Considerando a rivalidade histórica entre PT e PMDB, que ao longo dos anos foi se solidificando em Mato Grosso do Sul, o senador admitiu que a união dos dois partidos no Estado ainda não é vista com naturalidade. E enfatizou: a única possibilidade de esta aliança ser concretizada é o PMDB se contentar com a candidatura de vice governador. “O que está muito claro é o seguinte: da cabeça-de-chapa o PT não abre mão, até por uma postura partidária fruto de inúmeras discussões que ocorreram no diretório nacional”, disse o senador, que tem ao aval de José Orcírio para disputar o Governo do Estado nas eleições de 2006.

Delcídio, que já conta com apoio do PTB para sua campanha a governador, tem conversado com líderes partidários da base de sustentação ao Governo na Assembléia, para garantir a continuidade da aliança que elegeu José Orcírio. “Estamos avaliando a possibilidade de se abrir este arco de alianças para partidos que hoje já trabalham conosco em várias esferas, não só do poder estadual, mas no Governo federal”, disse Delcídio, citando como exemplo o PP, partido dos presidente da Câmara do Deputados, Severino Cavalcanti.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)