Cassilândia, Sexta-feira, 28 de Julho de 2017

Últimas Notícias

12/11/2009 15:48

Delcídio diz que governo tem que apurar causas do apagão

Cadú Bortolotto, assessoria

O senador Delcídio do Amaral (PT/MS) quer uma investigação rigorosa do governo para identificar as causas do apagão que , na noite de terça-feira, deixou 18 estados brasileiros e o Distrito Federal às escuras, provocando sérios transtornos para a população.

“É preciso saber por que a Usina de Itaipu saiu por inteiro, com as 20 máquinas sendo desligadas. Existe um sistema de proteção, o ERAC (Esquema de Rejeição e Alívio de Carga) que segrega os locais com defeito e mantém o sistema operando. Se esse esquema tivesse funcionado a contento as máquinas continuariam operando e o retorno à normalidade teria sido muito mais rápido. Temos que apurar o que aconteceu e corrigir as falhas para evitar que elas voltem a se repetir. Esse assunto não pode ser minimizado porque a opinião pública precisa de um esclarecimento didático e claro”, defendeu Delcídio, durante pronunciamento na tribuna do Senado.

O parlamentar, que é engenheiro eletricista, trabalhou em diversas usinas e ocupou cargos de direção em empresas do setor elétrico, disse que as autoridades precisam discutir também a questão do despacho do sistema interligado brasileiro .

“Como é que estava sendo despachado o sistema ? E a importância da geração de Itaipu no momento do apagão ? Isso precisa ser discutido”,

Delcídio quer saber ainda porque as usinas termelétricas não entraram rapidamente em operação para socorrer o sistema.

“Elas foram planejadas e construídas para isso.Só no Rio de Janeiro são duas térmicas movidas a gás natural com mais de 1000 MW cada uma. Em Mato Grosso do Sul nós temos mais duas, uma em Campo Grande e outra em Três Lagoas. As turbinas de uma usina termelétrica a gás são iguais as turbinas de avião. Apertou um botão, liga o motor e sincroniza rapidamente. Por que elas não foram acionadas para restabelecer o fornecimento de energia, pelo menos parcialmente ? Isso tem que ser esclarecido”, ponderou.

Outro ponto abordado por Delcídio foi o excesso de “especialistas” opinando sobre o blecaute.

“Vi muita gente falando sem , na verdade, saber o que estava acontecendo. Em um momento dessa gravidade somente uma pessoa ou uma instituição deve falar : o Operador Nacional do Sistema, responsável pelo despacho das usinas e dos sistemas de transmissão, incluindo Itaipu. Informações sem consistência, de fontes variadas, acabam gerando insegurança na população”, avalia Delcídio.

O senador fez questão de ressaltar que o apagão de terça-feira foi um fato isolado, absolutamente fora de qualquer expectativa.

“O Brasil tem um dos melhores sistemas elétricos do mundo. É um sistema que vem sendo construído desde o ex-presidente Getúlio Vargas, que criou a Eletrobrás, cresceu com Juscelino Kubistchek, passou pelos governos militares, que construíram várias usinas, pelos ex-presidentes Sarney, Itamar Franco e Fernando Henrique. Agora , no governo Lula, estão sendo feitos investimentos vultosos na ampliação e aperfeiçoamento do setor. O pessoal de Itaipu e Furnas é todo de carreira e trabalha nessas empresas há anos. Portanto não se pode politizar a questão, creditando a esse ou aquele governo a culpa por uma eventual falha. Além disso, não existe nenhum sistema elétrico que seja infalível. Nos Estados Unidos e na Europa ocorrem problemas semelhantes. Um sistema elétrico teoricamente perfeito, com uma Itaipu de reserva para substituir a titular, em caso de falha, teria um custo absurdo, absolutamente impagável por qualquer consumidor do mundo. Portanto, o problema não é de gestão. O apagão de terça-feira foi uma ocorrência operacional que precisa ser esclarecida e corrigida”, acredita Delcídio.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 28 de Julho de 2017
Quinta, 27 de Julho de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 26 de Julho de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)