Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

03/09/2009 17:53

Delcídio acredita que MS não está descartado para a Copa

Cadú Bortolotto, assessoria

O senador Delcídio do Amaral (PT/MS) acredita que o jogo da Seleção Brasileira com a Venezuela, marcado para o dia 14 de outubro, no Morenão, é uma oportunidade para que a capital sul-mato-grossense volte a ser uma alternativa de sede para a Copa do Mundo de 2014, caso uma das cidades escolhidas desista ou seja excluída pela FIFA.

“Esse momento é especialíssimo para Mato Grosso do Sul. Primeiro porque teremos condições de assistir de perto alguns dos maiores jogadores do futebol mundial, caso do Kaká, Miranda, Adriano, Robinho, Julio César, enfim, todos aqueles craques que, ou estão jogando na Europa, ou estão em grandes clubes brasileiros, e que fazem parte de uma Seleção altamente qualificada para ganhar a Copa do Mundo de 2010. Só isso já é uma coisa simplesmente extraordinária para todos nós, sul-mato-grossenses. Além disso, tem o fator preponderante que é a oportunidade de Mato Grosso do Sul mostrar que tem competência de ser uma das sedes da Copa do Mundo de 2014, e, se daqui a pouco, houver a escorregada de alguém, nós somos candidatíssimos, até porque temos infraestrutura, gente competente e reais condições de provar, com o sucesso desse evento, que respondemos à altura, realizando com competência um jogo tão importante da Seleção”, afirmou Delcídio.

Na quarta-feira, o senador participou na concentração da Seleção, em Teresópolis (RJ), do anúncio oficial do jogo, feito pelo presidente da CBF, Ricardo Teixeira, que definiu o local da partida, válida pelas Eliminatórias da Copa de 2010, a partir de um pedido de Delcídio.

“Fiz questão de agradecer pessoalmente à CBF. Estive com o presidente Ricardo Teixeira, conversei com os jogadores, com o Dunga e demais membros da comissão técnica. Campo Grande vai se projetar nacionalmente e internacionalmente, pois o jogo será transmitido para o Brasil inteiro e também para o exterior, já que teremos aqui a cobertura da imprensa do mundo todo. Eu acho que só temos a ganhar com isso. Você já imaginou a glória de ver a Seleção Brasileira, com seus grandes craques, jogando no Morenão ? ”, destacou o senador.

Para Delcídio, a hora é de trabalhar duro para garantir o sucesso do evento.

“Esse é um evento que o mundo inteiro acompanha. Não se pode escorregar em nada. Eu fui assistir ao jogo do Ivinhema contra o Flamengo pela Copa do Brasil e vi que o Morenão precisa efetivamente de um trabalho intenso para deixá-lo em condições . Eu não tenho dúvida nenhuma que o governo do estado, a prefeitura e a Universidade Federal (responsável pela administração do estádio) certamente farão tudo o que for necessário para que a partida contra a Venezuela seja um exemplo de organização em todos os sentidos. Já vi na imprensa o próprio prefeito Nelsinho Trad se manifestando de maneira muito positiva, dizendo que vai dar um exemplo de como as coisas funcionam bem em Campo Grande. É preciso o esforço de todos para garantir segurança, boas acomodações e um gramado adequado. Não se pode colocar em ação jogadores que valem milhões de euros em um gramado em que eles podem se machucar. A responsabilidade é muito grande”, avalia.



Evasão

O senador disse também que os organizadores do jogo devem tomar os cuidados necessários a evitar evasão de renda, fruto de denúncias em eventos anteriores.

“Não podemos deixar que isso aconteça, porque depõe contra todo esse espírito de construção de uma cidade em condições de ser sede da Copa de 2014. Devemos reagir indignadamente e agir com bastante rigor em relação a essa questão, para não se perder uma excelente oportunidade de dar uma demonstração ao Brasil e ao mundo que Mato Grosso do Sul está pronto para participar diretamente da realização da Copa do Mundo, recebendo o timaço da seleção que, gradativamente, o Dunga vai consolidando como um dos melhores times para a Copa da África do Sul”, alertou.

Delcídio confirmou que foi ajustado com o presidente Ricardo Teixeira a realização, ainda este ano, em Mato Grosso do Sul, do Campeonato Sul-Americano de Futebol Feminino Sub-17, com a programação prevendo jogos em vários municípios do estado.

“Estamos cacifando Mato Grosso do Sul como um estado que atrai campeonatos e disputas importantes, que fazem parte do calendário oficial da FIFA. Temos que nos preparar para que possamos dar um banho de bola em organização e estrutura, porque isso conta muito . É uma forma de zelar pela imagem do nosso estado”, concluiu o senador.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)