Cassilândia, Segunda-feira, 23 de Janeiro de 2017

Últimas Notícias

06/08/2012 19:27

Defesa de sócio de Marcos Valério contesta acusações que pesam sobre seu cliente

Heloisa Cristaldo, Agência Brasil

Brasília – O último advogado a fazer sustentação oral hoje (6) no julgamento do mensalão, no Supremo Tribunal Federal (STF), começou a fazer suas alegações. Hermes Vilchez Guerrero defende o publicitário Ramon Hollerbach Cardoso dos crimes de formação de quadrilha, peculato, corrupção ativa, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

De acordo com a denúncia do Ministério Público, Hollerbach junto com Marcos Valério e Cristiano Paz contribuíam para realização dos crimes de corrupção ativa.

“[Ramon Hollerbach] Não pode ser condenado pelo seu CNPJ [cadastro das empresas na Receita Federal]”, disse Guerrero, lembrando que sobre Hollerbach pesam as mesmas acusações imputadas a Marcos Valério, dono da SMP&B. \"Ele deve ser condenado pelo seu CPF [cadastro de pessoas físicas na Receita Federal]. Ramon é citado 66 vezes nas alegações finais [do Ministério Público] e, em apenas uma, é citado sozinho\".

Na sessão de amanhã (7), está prevista a defesa do empresário e sócio de Marcos Valério, Cristiano de Mello Paz, do advogado Rogério Lanza Tolentino, ligado a Marcos Valério, da ex-diretora da agência SMP&B Simone Vasconcelos, da gerente financeira da SMP&B, Geiza Dias dos Santos e da ex-presidente do Banco Rural Kátia Rabello.

A fase das sustentações orais começou hoje (5) e está prevista para terminar no próximo dia 14. Em cada sessão, são ouvidos cinco advogados, segundo a ordem da denúncia.


Edição: Lana Cristina//A matéria foi corrigida, no dia 7/8/2012, às 15h59, para correção de informação sobre a relação de Rogério Tolentino no processo


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 22 de Janeiro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 21 de Janeiro de 2017
20:55
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Sexta, 20 de Janeiro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)