Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

30/01/2015 11:39

Defensoria eleva salário para R$ 30 mil e também cria auxílio moradia

Campo Grande News

A Defensoria Pública elevou o teto do salário para R$ 30.471,11 e criou auxílio moradia. O reajuste no subsídio é para 29 defensores públicos de segunda entrância, mas repercute nas demais categorias.

Já o auxílio moradia, no valor de 10% do salário, pode ser estendida aos 173 defensores públicos. Desta forma, o procurador da classe segunda instância pode receber R$ 3.047 do novo auxílio.

Conforme resolução publicada na edição de hoje do Diário Oficial do Estado, o benefício não será pago em quatro situações: quando houver residência oficial colocada à sua disposição, ainda que não a utilize; licenciado para tratamento de interesse particular; cessão a outro órgão com ônus para o cessionário; perceber, ou pessoa com quem resida, vantagem da mesma natureza de qualquer órgão da administração pública.

Em casos de cônjuges defensores públicos, lotados e residentes na mesma comarca, o benefício será pago ao mais antigo da carreira.

Ainda conforme a resolução, é dever do defensor público comunicar à fonte pagadora da ajuda de custo para moradia a existência de qualquer impedimento.

O pagamento do auxílio moradia foi definido no dia 28 de janeiro, após deliberação do Conselho Superior da Defensoria Pública. A regulamentação é para lei estadual publicada em 26 de dezembro de 2014. A legislação previa ajuda de custo de até 20% do subsídio.

Reajuste – O aumento do salário, no topo da carreira, de R$ 26.589,68 para R$ 30.417,11 é efeito do reajuste para os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal), que passaram a receber salário de R$ 33.763 neste ano.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)