Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

08/01/2007 07:26

Decreto oficializa auditoria na fundação de Rádio e TV

Nadyenka Castro/Campo Grande News

O Diário Oficial de Mato Grosso do Sul traz na edição desta segunda-feira o decreto assinado pelo governador André Puccinelli (PMDB) que instaura auditoria na Fertel (Fundação Estadual Jornalista Luiz Chagas de Rádio e Televisão Educativa de Mato Grosso do Sul).

A auditoria será feita por quatro profissionais, dois deles procuradores do Estado. Eles terão 30 dias, prorrogáveis por igual período, para concluir a análise de contratos, de despesas de gastos com pessoas nos últimos 12 meses e fazer levantamento do patrimônio.

As receitas da Fertel chamaram a atenção do novo governo. No ano passado, entrou no caixa da emissora apenas R$ 100 mil, embora boa parte dos programas tenham sido levados ao ar com patrocínio na forma de apoio cultural. No período, a fundação gastou R$ 6,7 milhões.

A maior parte dos equipamentos utilizados pela televisão era alugada de empresas privadas. A empresa tem hoje uma dívida de cerca de R$ 400 mil com a Embratel, que leva o sinal da emissora para o interior.

Quanto aos gastos com pessoal, há indícios de funcionários fantasmas – que recebiam o salário sem trabalhar.

Toda a produção local de programas de televisão está suspensa e a emissora leva ao ar conteúdo produzido pelas tvs Cultura (SP) e TVE do Rio. Só após a auditoria a produção local será reativada.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)