Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

05/10/2016 01:00

Debatedor sugere mudanças nos tribunais de contas do País

Agência Câmara

 

O presidente da Federação Nacional das Entidades dos Servidores dos Tribunais de Contas do Brasil (Fenastc), Amauri Perusso, defendeu mudanças na atuação dos 34 tribunais de contas existentes no País – da União, estados e municípios. Ele participa de audiência pública da comissão especial destinada a analisar o projeto que estabelece medidas contra a corrupção (PL 4850/16),

Perusso defendeu mudanças na forma de escolha de ministros e conselheiros; pediu mais transparência e publicidade para os relatórios de auditoria; a criação de um conselho nacional para os tribunais de contas (a exemplo dos que já existem para o Judiciário e Ministério Público), com participação de representantes da sociedade; e autonomia para os auditores.

“Existe hoje quantidade significativa de ministros e conselheiros sob investigação. O artigo 73 da Constituição estabelece requisitos para a escolha de ministros e conselheiros. Eles precisam ter conhecimentos técnico, idoneidade moral e conduta ilibada, o que tem sido descumprido”, disse.

Em relação às propostas contra a corrupção (PL 4850/16), Perusso manifestou apoio, com ressalvas, “Sou signatário das dez medidas. Precisamos de punição mais rigorosa e mais instrumentos para reaver o que foi subtraído dos cofres públicos. Mas não podemos restringir direitos civis, como habeas corpus e a presunção de inocência”, ressaltou Perusso.

O representante dos funcionários dos tribunais de contas pediu aos deputados da comissão que não aprovem a proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241/16, que limita os gastos públicos por 20 anos.

“Isso também tem a ver com corrupção. Congelar gastos vai dificultar o combate à corrupção e a atuação dos órgãos responsáveis por isso. Nós não vamos conseguir repor quadros, é uma ameaça enorme. E tudo para pagar juros da dívida”, alertou o convidado.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)