Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

30/01/2016 07:56

Debate: o porquê de não se usar o horário de MS?

Redação

Paulino Leonel postou em seu Facebook:

"Deixe seu dinheiro circular na cidade. Todos ganham com isso, inclusive você. Mais renda, mais empregos, mais investimentos, mais recursos para a cidade. Pense nisso e apoie essa ideia."

Na sequência Elizabeth Ironda Cardoso de Araujo, gerente da Caixa Econômica Federal, comentou:

" Nao só concordo, como valorizo o que é nosso em vários aspectos, inclusive nosso horário. Penso que ja é hora de pensarmos a respeito tb. Meus avós eram paulistas e trouxeram seus costumes, inclusive o horario, meu avô tinha uma sirene em sua serraria que tocava as 07 h da manha, 11 h (intervalo para almoco), 12 h (retorno) e 17 h, isso no horario de "Brasilia", sendo ouvida em toda cidade durante muitos anos. Nossa primeira TV foi a Anhanguera de Goiania, alem dos fazendeiros em sua maioria serem de outros estados (isso nao mudou muito ate hj infelizmente), muitos se comunicavam com os funcionários pelo rádio-amador obviamente se referindo as horas no horario de onde moravam, ouvíamos as rádios Globo (RJ) e Tupi (SP)...mas os tempos mudaram...muitos tiveram oportunidade de estudar fora, adquirir conhecimento empírico, depois vieram as faculdades/universidade trazendo mais dissernimento e abrindo as mentes para um olhar mais crítico da realidade posta, mas continuamos acomodados com a cultura "de fora", sem valorizar o que é nosso....o cassilandensse tem essa receptividade peculiar, mas o natural seria quem chega se adequar a nossa realidade e nao nós nos adequarmos a eles... eu nasci aqui e tenho orgulho disso, daqui tiro meu sustento nao vejo porque usar horário de outras regiões ou estados, mesmo que vizinhos (merecem nosso respeito, mas nao nossa subserviência). Vamos valorizar o que é NOSSO, nosso comércio, nossa cultura, inclusive nosso horário. Que tal pensar nisso tb....com um pouco mais de simpatia, sem pré-conceitos ? Nao tenho a pretensão que o que para mim é claro (se moro aqui, uso horário daqui, procuro comprar a maioria das coisas possiveis aqui), seja posto como verdade (sei que pra muitos soa até antipático), mas que haja uma abertura maior para o debate e consequente mudança ( sei que há N argumentos contrários: diferença de fuso horario ser pequena, proximidade com GO, comércio nao ser adequado ao horario de MS, etc), mas que tal aproveitar a oportunidade e pensar a respeito? Ja cansei de passar constrangimentos com formadores de opinião/palestrantes, representantes de orgaos públicos, que nos visitam para algum evento e os atendentes dos hotéis usam o horário "oficial" quando indagados (rsrs...se referindo a hora de Brasilia), nos indagam se aqui é Goiás, se ja foi...querem entender o "porque" disso e nao tem como explicar o inexplicável, ne? Ja vi pessoas chegarem na nossa capital pra marcar uma consulta médica e indagar a secretaria se "é Mato Grosso" o horário. ...rsrs...ela ficou com cara de "paisagem" tentando entender do que se tratava...aí ate explicar que aqui tem esse "costume" demora...desculpe abusar do espaço Paulino Leonel, mas vamos comprar no comercio local tb sim...rsrs."

Qual a opinião do leitor? Escreva.

Havia comentado o "post" do amigo e companheiro Paulino no "Facebook", aonde fiz uma exortação a mudança de postura e tbém cultural, incluindo aí a política e seus interesses. Aqui, reforço o comentário do amigo Carlos que diz "ninguém mais é movido por 'fidelidade emotiva', porém se temos produtos e preços competitivos que tenho certeza é desejo de todos, temos que valorizar o que é nosso. Quanto ao comentário da Amiga Renata, concordo que ela deva passar a seus hóspedes os dois horários mesmo por que estamos muito próximo do Estado de Goias, porém o horário local deve ser destacado para que entenda a diferença e possa situar no fuso e até geograficamente, tenho certeza que não é no hotel dela, mas o hóspede pedir para acorda-lo às 07 e às 06 o despertador informar que são 07:00h é muito.
 
VALTEIR CAMILO DE ARAUJO em 30/01/2016 18:14:22
Sou Cassilandense moro em Três Lagoas, divisa com SP e aqui o horário é único MS.
 
J Araújo em 30/01/2016 16:01:06
bom dia !

concordo em partes sobre os textos!
, mas sobre hotel, nós passamos, sim, os dois horários - o local e o de Brasília - para facilitar e ajudar nossos hóspedes que chegam de toda parte do país, para poder cumprir compromissos dentro dos horários. Muitos nem sabem da mudança de fuso e ficam perdidos.
cabe a nós orienta los
é comum em hotel ter vários relógios para que o hóspede possa se situar e assim ficar seguro em sua estadia e com os compromissos!
grata !
 
RENATA BONI em 30/01/2016 09:48:13
Me atrevo a discordar;vejo até como um certo 'bairrismo' essa questão de 'deixar o dinheiro circular na cidade'; claro que as vantagens oriundas de injetar dinheiro em empresas locais seriam consideráveis para qualquer município, mas num mundo globalizado, onde ocorre um aumento significativo de compras online, essa atitude já não surte grande efeito; o que faria, sim, o consumidor de produtos e serviços, gastar seu dinheiro onde mora, é o empreendedor ou empresário, dos diversos segmentos, ofertar produtos e serviços com preços competitivos e de qualidade, pois ninguém mais é movido por 'fidelidade emotiva', quando se trata de valorizar os próprios recursos(leia-se dinheiro).Já com relação ao horário, é sim, necessário respeitar aquele ao qual a cidade está submetida, no nosso caso, MS.
 
Carlos Eduardo da Silva em 30/01/2016 09:20:05
Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)