Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

06/11/2013 07:36

De prestação de tv a cabo até viagem para Trancoso, vereador recebe cada pedido

Paula Maciulevicius, Campo Grande News

Nesta terça-feira o Lado B foi à Câmara Municipal saber o que chega como e-mails aos vereadores. Os pedidos de ajuda financeira para a formatura, material de construção ou de uma casa não são nada perto da coragem de eleitor "cara de pau" de pedir que parlamentar pague desde a assinatura da Sky, com dois meses de atraso. São atitudes que revelam como ainda impera o hábito de pedir ‘aquela’ mãozinha aos políticos, mesmo reclamando muito deles.

Um assessor contou que há menos de um mês, a solicitação veio ao gabinete, para o pagamento de duas faturas da tv por assinatura em atraso. Cada uma no valor de R$ 260. Classificando como “surreal” o pedido, ele explicou ao eleitor que não é papel do vereador, em nenhum momento, pagar as contas da população.

A cara de pau é tanta que o vereador João Rocha (PSDB) tem na ponta da língua o que ficou marcado em seu mandato. “Já teve gente pedindo viagem de família para a praia”. O pior é que o pedido não foi nem por e-mail e sim cara a cara.

A figura apareceu no gabinete dizendo que tinha trabalhado muito durante a campanha e que precisava falar com o parlamentar. A assessoria abriu agenda e no encontro, o cidadão soltou a pérola “que precisava descansar pós-campanha”, justificando o pedido da viagem para Trancoso.


No contexto político em que Campo Grande vive, na caixa de e-mail de Chiquinho Telles (PSD) já veio até a pergunta “quando é que você vai caçar o prefeito?”. O parlamentar responde que disse ao eleitor que não dependia dele, mas este não era nada perto dos e-mails a serem respondidos.

“Já pediram viagem para Portugal falando que era o sonho”, completa Chiquinho. Outro episódio lembrado foi quando o mesmo grupo de manifestantes que protestou na Câmara, pediu um ônibus para viajar ao vereador.

Mas entre os pedidos absurdos, tem também que mande mensagens dizendo que está orando por Chiquinho. “Orar por mim, muito pouco. Só minha mãe mesmo”, fala brincando.

As solicitações de ajuda para pagar faculdade até que o vereador Flávio César (PT do B), levaria em conta. Mas pagar prestação de carro é demais. “De carro zero? Não é coisa que se peça para vereador”.

Nem vereador foge de spam. É o caso do Zeca do PT e da Luiza Ribeiro. “Convite para palestras, cursos e seminários lá no Pará, a gente não aguenta isso na caixa”. Mas de lembrança ela também tem o pedido para pagar aluguel de vestido de noiva. “Eram 1,5 mil reais, não tem nem para nós. Imagina?”

Entre e-mails, visitas e recados no Facebook, a assessoria do Coringa já teve até quem pediu R$ 800 para tirar o conserto do carro. O caso foi no início do ano, mais ou menos em março, pela rede social. Nas palavras do chefe de gabinete, Francis Eduardo, a resposta é padrão. “A gente diz que não é possível e explica que o mandato é fiscalizador, de fiscalizar as ações do Executivo”.

Mas para encerrar, o pedido mais absurdo que a vereadora Juliana Zorzo (PSC) já ouviu não foi nem do valor pedido, e sim pelo discurso. “Ele disse olha, eu não quero nada seu vereadora, mas eu estou tirando minha BV e eu fiz exame teórico, e eu só queria 40h/aula de voo. Só que cada aula custa R$ 300”. No fim das contas, o eleitor queria era R$ 12 mil.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)