Cassilândia, Quinta-feira, 02 de Abril de 2020

Últimas Notícias

05/03/2020 12:30

De dentro da Máxima, jovem aplicava golpes em moradores no interior de MS

Campo Grande News
Videogame recuperado pela Polícia Militar. (Foto: Divulgação)Videogame recuperado pela Polícia Militar. (Foto: Divulgação)

Mesmo detido no Presídio de Segurança Máxima da Capital, Jonathan Roberson Silva de Oliveira Barbosa, de 26 anos, aplicava golpes através do WhatsApp em moradores de Aquidauana, cidade a 135 quilômetros de Campo Grande. Nesta quarta-feira (04), policiais militares da Força Tática recuperaram uma televisão negociada pelo criminoso, e prendeu duas pessoas suspeitas de envolvimento no esquema.

Os agentes descobriram como o estelionatário agia após serem acionados por uma jovem, de 24 anos, que foi procurada pelo rapaz após publicar o anúncio da venda de uma TV no Facebook. Ele entrou em contato pelo número deixado pela vítima na rede social, e até enviou o comprovante de pagamento do produto. Como o valor não foi creditado, a moradora suspeitou ter sido vítima de um golpe e ligou para polícia.

O criminoso, inclusive, já havia mandado um taxista buscar o eletrônico. Ao ser abordado o profissional contou que teria de entregar a televisão a um casal em frente a uma escola pública no Bairro Guanandy. Os policiais então foram até o local e flagraram os suspeitos, que confirmaram que guardariam a TV para Jonathan. No momento da abordagem, o detento ligava insistentemente no telefone do homem, que também mantinha contato com o preso por mensagens.

Diante do flagrante, o homem contou que ainda nesta quarta-feira, havia recebido a mando de Jonathan um vídeo game que o criminoso também havia negociado com o falso depósito. O produto foi recuperado. Segundo o site JNE, há suspeitas de que outras pessoas estejam envolvidas no mesmo golpe aplicado pelo detento. O casal foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Aquidauana.

Histórico - Jonathan Roberson cumpre pena por tráfico de drogas, mas também tem passagem policial por homicídio. A mãe do jovem, Sandra Ramona, que também está presa, ficou conhecida na região de Aquidauana por liderar esquema de tráfico de drogas.

Os esquemas foram descobertos a partir de interceptações telefônicas feitas pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado), na época do furto de cocaína da Delegacia de Polícia Civil de Aquidauana. Segundo a denúncia, o delegado Eder de Oliveira Moraes facilitava as ações da quadrilha liderada por Sandra Ramona, presa em março de 2019.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 01 de Abril de 2020
Terça, 31 de Março de 2020
22:43
Chapadão do Sul
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)