Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

05/11/2008 04:19

Dagoberto admite: "Aprendi a jogar para o time"

Juca Pacheco/SPFC

O atacante Dagoberto aparece hoje como símbolo da reação são-paulina no Campeonato Brasileiro. Sua postura em campo mudou. Além das costumeiras arrancadas que o consagraram desde os tempos de Atlético Paraense, hoje se vê em toda partida o atacante dando carrinho, marcando, roubando bolas, enfim, Dagoberto está, literalmente, suando a camisa pelo time em campo.



O jogador admite que precisou rever conceitos e mudar sua forma de jogar. Após um primeiro semestre difícil, muitas vezes sem nem entrar no decorrer dos jogos, ele se reuniu com o técnico Muricy Ramalho para conversar e entender melhor suas instruções.



"Minha jogada mais forte sempre foi essa arrancada em velocidade, mas o futebol de hoje exige mais. Parei para rever alguns conceitos, fiz uma auto-análise, conversei com o Muricy e coloquei na minha cabeça que precisava aprender a marcar, ajudar o time. Hoje todos reconhecem meu empenho", diz Dagoberto.



O gol que fez contra o Inter teve de tudo um pouco. A roubada de bola que aprendera a pouco, junto com sua habitual velocidade e técnica, com direito a meia lua no zagueiro e toque sutil na bola sobre o goleiro. Um golaço, que segundo ele, é fruto do trabalho.



"Tenho feito um trabalho de fortalecimento muscular a parte. Porque só assim consigo ter força para marcar e depois ter resistência para chegar com velocidade na frente", diz.



O zagueiro Miranda é um dos que fazem coro para os atacantes marcar o adversário na saída de bola e reconhece a evolução do companheiro. "A qualidade dele é indiscutível, todos conhecem. Mas agora seu empenho na marcação tem nos ajudado demais, ele joga pro time", diz o novo defensor da Seleção Brasileira.



O técnico Muricy Ramalho confirma a reunião e lembra que sempre acreditou muito em Dagoberto, por isso que cobra tanto do jogador.



"Ele é cobrado porque tem algo a mais. Mas as pessoas só assistem aos jogos e não sabem de 10% do que acontece dentro de um clube. Tudo tem uma explicação. Trabalhamos juntos, conversamos e o Dagoberto entendeu que a parte coletiva é muito importante para a equipe", afirmou o técnico. "O que me satisfaz é que ele está se sentindo bem assim", completa.




Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)