Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

06/12/2007 17:14

Dados do IBGE mostram que brasileiros estão casando mais

Aline Beckstein /ABr

Brasília - Os brasileiros estão casando mais. As informações estão na pesquisa Estatísticas do Registro Civil divulgada hoje (6) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os dados mostram que, em 2006, foram realizados 889.828 casamentos, 6,5% a mais do que no ano anterior. Entre as mulheres, o maior número de casamentos ocorreu na faixa etária de 20 a 24 anos. Já os homens optaram por casar mais tarde, a maioria deles entre 25 e 29 anos.

O pesquisador do IBGE Cláudio Dutra Crespo explicou que o aumento pode ser verificado principalmente entre as pessoas de faixa de renda mais baixa, que já viviam juntas, mas tinham dificuldades de arcar com os custos do cartório.

“Desde 2002, o Código Civil tem oferecido mais oportunidades às pessoas que querem formalizar suas uniões estáveis, permitindo conversões de união em casamentos. O poder judiciário e vários organismos também têm promovido casamentos coletivos, que favorecem muito a população de baixa renda, que necessita desse tipo de incentivo”, explicou Crespo.

Em 2006, a idade média para o primeiro casamento foi de 28,3 anos para os homens e de 25,4 para as mulheres. E segundo o instituto, ao contrário do que muitos pensam, dezembro tem sido o mês com maior número de casamentos e não maio, considerado mês das noivas. Isso por conta do incremento do 13º salário.

Embora seja preponderante o número de casamentos entre solteiros em todo o país, a pesquisa do IBGE mostra uma tendência de queda nesse tipo de união. Em 1996, 90,9% dos casamentos eram entre solteiros. Dez anos depois, esse resultado caiu para 85,2%. No ano passado, o Rio de Janeiro foi o estado com a menor proporção de casamentos entre solteiros: 79,5%.

Mas se por um lado os brasileiros estão casando mais, por outro, o número de separações também vem aumentando. Em 2006, os divórcios cresceram 7,7% em relação ao ano anterior (de 150.714 para 162.244). No mesmo período, as separações judiciais consensuais cresceram 1,4%, somando em 2006 um total de 101.820.




Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)