Cassilândia, Terça-feira, 22 de Agosto de 2017

Últimas Notícias

06/12/2007 17:14

Dados do IBGE mostram que brasileiros estão casando mais

Aline Beckstein /ABr

Brasília - Os brasileiros estão casando mais. As informações estão na pesquisa Estatísticas do Registro Civil divulgada hoje (6) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os dados mostram que, em 2006, foram realizados 889.828 casamentos, 6,5% a mais do que no ano anterior. Entre as mulheres, o maior número de casamentos ocorreu na faixa etária de 20 a 24 anos. Já os homens optaram por casar mais tarde, a maioria deles entre 25 e 29 anos.

O pesquisador do IBGE Cláudio Dutra Crespo explicou que o aumento pode ser verificado principalmente entre as pessoas de faixa de renda mais baixa, que já viviam juntas, mas tinham dificuldades de arcar com os custos do cartório.

“Desde 2002, o Código Civil tem oferecido mais oportunidades às pessoas que querem formalizar suas uniões estáveis, permitindo conversões de união em casamentos. O poder judiciário e vários organismos também têm promovido casamentos coletivos, que favorecem muito a população de baixa renda, que necessita desse tipo de incentivo”, explicou Crespo.

Em 2006, a idade média para o primeiro casamento foi de 28,3 anos para os homens e de 25,4 para as mulheres. E segundo o instituto, ao contrário do que muitos pensam, dezembro tem sido o mês com maior número de casamentos e não maio, considerado mês das noivas. Isso por conta do incremento do 13º salário.

Embora seja preponderante o número de casamentos entre solteiros em todo o país, a pesquisa do IBGE mostra uma tendência de queda nesse tipo de união. Em 1996, 90,9% dos casamentos eram entre solteiros. Dez anos depois, esse resultado caiu para 85,2%. No ano passado, o Rio de Janeiro foi o estado com a menor proporção de casamentos entre solteiros: 79,5%.

Mas se por um lado os brasileiros estão casando mais, por outro, o número de separações também vem aumentando. Em 2006, os divórcios cresceram 7,7% em relação ao ano anterior (de 150.714 para 162.244). No mesmo período, as separações judiciais consensuais cresceram 1,4%, somando em 2006 um total de 101.820.




Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 22 de Agosto de 2017
06:11
Inocência, Alcinópolis, Figueirão e Paraiso das Àguas
Segunda, 21 de Agosto de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)