Cassilândia, Domingo, 28 de Maio de 2017

Últimas Notícias

08/02/2007 14:47

Cursos da UEMS são reconhecidos pelo CEE

Edemir Feliciano Gracia - Gerente da unidade da UEMS de CassilândiaEdemir Feliciano Gracia - Gerente da unidade da UEMS de Cassilândia

Quatro cursos da UEMS, avaliados no segundo semestre de 2006, obtiveram reconhecimento e/ou renovação de reconhecimento do Conselho Estadual de Educação de Mato Grosso do Sul (CEE/MS): Agronomia/Cassilândia (5 anos), Administração com habilitação em Administração Rural/Maracaju (4 anos), Administração com habilitação em Comércio Exterior/Ponta Porã (4 anos) e Ciências Biológicas/Ivinhema (4 anos). Esses reconhecimentos são atos legais, por meio dos quais o CEE/MS concede legitimidade aos cursos de graduação da universidade após seu processo de avaliação, requisito indispensável à concessão de diploma.

As instituições de ensino superior, nos limites de sua autonomia, independem de autorização para funcionamento de seus cursos, devendo, no entanto, submeter-se ao processo de reconhecimento e renovação de reconhecimento, nos termos da legislação em vigor. No caso da UEMS, como uma instituição integrante do Sistema Estadual de Ensino, o trabalho de regulação é realizado pelo Conselho Estadual de Educação, órgão colegiado de caráter normativo, consultivo, deliberativo e de assessoramento superior da Secretaria de Estado de Educação.

A avaliação realizada pelo Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES) - que abrange: a auto-avaliação institucional; a avaliação externa; a avaliação dos cursos de graduação e o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (ENADE) - constitui referencial básico para os processos de regulação e supervisão da educação superior. Na UEMS, os dados dessa avaliação são partes integrantes do processo de reconhecimento e renovação de reconhecimento encaminhado ao Conselho Estadual de Educação.

O reconhecimento emitido pelo CEE/MS é válido por prazo limitado, sendo renovado periodicamente, quando os avaliadores devem retornar à UEMS. O prazo máximo é de cinco anos, sendo esse período proporcional à qualidade dos critérios avaliados, ou seja, quanto mais o curso atende aos requisitos previstos na legislação em vigor, maior será o espaço de tempo para nova avaliação da comissão. Os critérios de análise são definidos pelo Conselho Estadual, com base nas normatizações vigentes, que são: projeto pedagógico; organização, funcionamento e gestão; recursos humanos (onde se inclui o corpo docente); alunos; e infra-estrutura (biblioteca, instalações etc).

Isabela Schwengber Assessoria de Imprensa / UEMS

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 28 de Maio de 2017
Sábado, 27 de Maio de 2017
10:00
Receita do Dia
Sexta, 26 de Maio de 2017
10:01
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)