Cassilândia, Terça-feira, 27 de Junho de 2017

Últimas Notícias

25/07/2005 16:56

Curso sobre boas práticas capacita profissionais em MS

Famasul Notícias

Criar boas práticas na pecuária de corte em Mato Grosso do Sul e reverter o quadro atual utilizando-se técnicas de gestão adequadas foi o objetivo do primeiro curso que aconteceu durante toda a semana passada na Casa Rural.

Por meio do programa, engenheiros-agrônomos, médicos-veterinários e zootecnistas, profissionais habilitados do setor, irão multiplicar e fazer com que as práticas recomendadas por meio do curso cheguem às fazendas, profissionalizando assim a atividade para que o pecuarista produza carne e couro de qualidade.

Esta foi a proposta na parceria do SENAR-AR/MS, Embrapa Gado de Corte, a Câmara Setorial da Bovinocultura e Bulbalinocultura de Mato Grosso do Sul e a Secretaria de Estado de Produção e Turismo (Seprotur), isto é, desenvolver, por meio do programa, a área rural para que os produtores colham os resultados de seu trabalho da melhor maneira possível. Isto significa que, aumentando-se o valor da produção, confirma-se a capacidade da região.

Para a zootecnista Daniela Maciel de Campos Barbosa, 28 anos, o curso possibilitou oferecer uma ferramenta a mais para o produtor, “porque a tecnologia não é cara, é necessário aprender a usá-la, é uma cerca errada, malfeita, pequenas coisas que fazem a diferença na fazenda, que já se pode chamar de tecnologia e faz a diferença no produto final”.

Já Marcelo Sanfelice Simei, 23 anos, médico-veterinário, destacou que se aumentando a produtividade melhora-se também a qualidade de vida, porque “ao passar para os produtores rurais novas técnicas de produção de maneira simples, isto faz com que se aumente a produção e se diminuam os custos”.

E Carlos Eduardo Faker, 24 anos, médico-veterinário, complementa: “O mercado externo está exigindo, cada vez mais, boas práticas agropecuárias e a idéia do multiplicador é um caminho para que se possa atingir o maior número de pessoas capacitadas para o meio rural”. “Buscar o aprimoramento técnico que é o intuito deste programa”, complementa.

Conforme a economista Adriana Mascarenhas, programas como este trazem benefícios tanto para quem produz quanto para quem compra. “São investimentos em longo prazo que trazem retorno financeiro. Só que é preciso paciência. O grande ganho do Programa, é claro, está na questão da segurança alimentar, primordial para que os alimentos brasileiros ganhem mercado também no primeiro mundo”, comenta.

Autor:
Correio do Estado-Rural

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 27 de Junho de 2017
Segunda, 26 de Junho de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)