Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

15/03/2011 09:06

Cuidados com a dieta bovina diminuem confinamento

Portal Dia de Campo/Kamila Pitombeira

A suplementação no pasto, antecipando o confinamento, é o primeiro passo pata garantir alta produtividade aos pecuaristas. Segundo Lauriston Bertelli, diretor técnico da Premix, bons resultados são alcançados ao adotar uma dieta mais arrojada, como uma suplementação energética ou protéica, selecionando meio quilo ou um quilo de suplemento por animal em pastejo ao dia.

– Isso condiciona os animais a entrar melhor no confinamento. Eles vão aceitar melhor o manejo de cocho e o alimento, além de já entrar no confinamento mais pesados – garante.

De acordo com Bertelli, o ideal é fazer uma suplementação protéico-energética enriquecida com minerais no pré-confinamento. Deve-se usar até um quilo de suplemento contendo fontes protéicas, de nitrogênio e de energia, como milho, sorgo e farelos energéticos.

– Isso faz com que o rúmen esteja preparado para receber uma dieta mais concentrada no confinamento. Além disso, essa dieta deve ser servida diariamente em cochos de 20 a 30 centímetros por animal, para que eles tenham acesso ao suplemento, preferencialmente nos horários em que não estão pastejando – explica.

Lauriston diz que, com esse programa intensivo de suplementação aditivada, o produtor consegue aumentar até 350 gramas a mais o ganho de peso diário da pastagem.

– Se o produtor tem uma pastagem que oferece qualidade para ganho de 600 gramas por dia, isso salta para 800 ou 900 gramas por dia. E quanto antes a suplementação começar no pasto, menos tempo a animal fica em confinamento, o que gera uma economia muito grande.

O diretor afirma que a demanda de carne será grande nesse ano e que o confinamento ficará um pouco mais caro. Portanto, o programa de preparo prévio é a alternativa ideal para se ganhar mais dinheiro, com um investimento de 50 a 70 centavos por dia.

– Além disso, não se deve deixar de lado também a questão sanitária. O básico, como vermifugações e devidas vacinações, devem ser feitos.

Para mais informações, basta entrar em contato com a Premix através do número (16) 3145-9500.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)