Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

22/12/2006 08:11

Crônica do Corino - Cortina de Fumaça

Os controladores de vôo viraram os grandes vilões da atualidade. A mídia não fala em outra coisa. A grande questão é que o mercado aéreo passa por uma crise sem precedentes desde o 11 de setembro de 2001, a data do ataque aéreo ao World Trade Center, as duas torres gêmeas de Nova Iorque que foram abaixo após os ataques de Osama.
A falência da Vasp e da Varig só veio para confirmar o que, de antemão, já se previa: os aviões têm alçado vôos com baixo índice de ocupação, isto é, às moscas em baixa temporada e com ocupação insuficiente em alta temporada.
Desde o atentado de 11 de setembro a situação piorou.
Mas eu tenho outra explicação: a internet. Isso mesmo: a internet.
Muitos dos vôos nacionais e internacionais acabam não ocorrendo porque muitos dos candidatos a uma viagem aérea deixam de viajar porque simplesmente podem realizar negócios, parcerias, relações amorosas (aquelas virtuais, por exemplo, em que se chega até o orgasmo!).
A internet é o grande inimigo do avião e, em conseqüência, do mercado aéreo.
O que dizer da inglesa Ingrid que se apaixonou pelo Severino que mora aqui no Brasil, ali em Quixeramubim, no Ceará?
Ingrid já estava de conversa marcada para se entregar ao seu grande amor, o Severino. Mas, no bate-papo, pelo MSN (a sala de conversa fiada da Microsoft, do amigo Bill Gates), ela acabou descobrindo, nas entrelinhas, que o safado é casado. Casado, vírgula. Casado com duas mulheres, uma cearense e uma pernambucana, e pai de nove meninos e duas meninas.
Essa viagem programada não entrou nas estatísticas oficiais, mas serviu para ajudar a quebrar pelo menos uma companhia aérea.
E o que dizer então daquele negócio fraudulento que estava a caminho e que foi descoberto, a tempo, pela Polícia Federal? Era o carregamento irregular de dez quilos de cocaína que iriam para Angola. Como houve uma verdadeira guerra, o vôo foi cancelado. No tiroteio, o avião saiu mais furado do que queijo mineiro. Isso aconteceu mesmo. Resultado: pânico nos passageiros e mormente nos candidatos a passageiros, é evidente.
Mas, se há algo que está levando boa parte das companhias aéreas à bancarrota e a pedir subsídios públicos para não fechar as portas, este é o acidente aéreo. Não existe nada pior para a imagem de um avião é a sua queda com aquelas tantas e mortes anunciandas pelos jornais e pela TV. Aquilo é a morte para qualquer companhia aérea.
O acidente de Mato Grosso, o do vôo 1307 da Gol, em que morreram 155 pessoas, é a propaganda negativa mais devastadora que, com certeza, afasta um grande número de passageiros e traz, portanto, grandes prejuízos aos seus cofres.
Eu fiz, por exemplo, uma rápida viagem de São Paulo a Salvador e passei o rápido vôo só falando baixinho
- Esta joça vai cair! Esta joça vai cair!
Aí, em seguida, fazia a micro-oração:
- Pai Nosso, que estais no céu, por favor, não deixe este avião cair!
Foi um sufoco, amigo.
Eu não confio em coisas que voam. Até passarinho morre voando. E acredito na mais elementar lei da física: tudo que sobe, uma hora cai.
Se um avião tiver de cair, que não estejamos lá. Nem eu, nem você, nem qualquer pessoa de bem. Que estejam lá apenas os maus políticos e os lesa-pátria.
Se isto ocorresse, seria o maior acidente da história do Brasil. Com toda certeza.
Corino Rodrigues de Alvarenga
Contato com o colunista:
corino_leia@hotmail.com

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)