Cassilândia, Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017

Últimas Notícias

18/02/2010 13:41

CRM repudia agressões contra médicos em Postos de Saúde

Campo Grande News/ Denis Matos

O CRM-MS (Conselho Regional de Medicina do Estado de Mato Grosso do Sul) divulgou nota em que repudia os atos de violência e agressão contra os trabalhadores de saúde, médicos e não médicos, ocorridas nestes dois primeiros meses do ano. Foram registrados três casos nos postos de saúde da Capital.

O último caso registrado aconteceu nesta madrugada, no posto de saúde do Nova Bahia, quando dois homens agrediram com socos no rosto um médico de 35 anos. Após avaliar o rapaz, o médico pediu que os familiares fizessem o registro na recepção. Enquanto estava na enfermaria, os dois homens, que são irmãos, começaram as agressões contra o plantonista.

No último dia 22 de janeiro, funcionários da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Vila Almeida viveram momentos de pânico após dezenas de pacientes ficarem revoltados com a demora no atendimento e decidirem invadir as salas ocupadas pelos médicos.

Segundo um funcionário da unidade, após a inauguração, os incidentes se tornaram freqüente no local, com médicos sendo ameaçados ou agredidos por pacientes. A unidade é o centro das agressões e tumultos, sendo o último ocorrido na madrugada do dia 12 de fevereiro.

Problema – O CRM diz que durante vistoria nos prontos-socorros da cidade, em 2008 e 2009, constatou que o quadro se repete nas unidades de saúde, onde também acontece a superlotação e as condições de trabalho insatisfatórias.

Na nota, é dito que faltam profissionais nas unidades e os que se propõem a trabalhar não têm condições estruturais adequadas para o bom atendimento. O órgão, que representa 3,5 mil médicos no Estado, espera que sejam feitas contratações de mais médicos e que sejam garantidas as condições dignas de trabalho e segurança.

“O médico, hoje, faz parte deste contexto sombrio em que se encontra a saúde pública, do qual todos somos vítimas. A população que depende do atendimento público é ainda mais vitimizada e deve ser respeitada”, finaliza a nota.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 20 de Outubro de 2017
Quinta, 19 de Outubro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 18 de Outubro de 2017
10:40
Goiás, Distrito Federal e São Paulo
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)