Cassilândia, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

14/03/2011 08:25

Cristiane Oliveira engorda 15kg para novela; veja foto

Época Blog Mulher 7
Cassilândia NewsCassilândia News

Desde que começou sua carreira, a atriz Cristiana Oliveira foi sinônimo de beleza, boa forma, sensualidade. Daí o susto ao vê-la na foto ao lado, caracterizada como Araci, uma presidiária amiga de Norma (Glória Pires), em Insensato Coração. Para viver o papel, a atriz, de 47 anos, engordou 15 quilos (ficando com 77 quilos em seu 1,77 m), malhou ainda mais, fez onze tatuagens falsas e adquiriu uma expressão angustiada. “Joguei minha vaidade no lixo por um tempo”, diz a atriz, que se transformou em símbolo sexual desde que viveu a Juma Marruá de Pantanal, em 1990.

Para este trabalho, ela não investiu apenas na mudança de imagem. Por vários meses, visitou penitenciárias e conheceu mulheres de todos os tipos. Foi uma delas, aliás, que lhe deu “um toque” sobre a necessidade de mudar a aparência para dar mais veracidade à personagem. A pesquisa de campo foi tão profunda que agora Cristiana, que também é jornalista, pensa em escrever um livro sobre essas mulheres.

Cristiana falou ao Mulher 7×7:

Por que esta transfomaçao?

Eu quis. Ninguém da direção da novela me pediu nada. Mas eu achei o personagem muito interessante e resolvi investir. Primeiro visitei penitenciárias femininas, casas dd custódia, delegacias, tanto no Rio quanto em outras cidades. Conheci muitas mulheres e ouvi suas histórias. Foi uma pesquisa tão profunda que eu tenho planos de extrapolar o laboratório para a personagem e escrever um livro. Eu sou jornalista, já trabalhei em redação.

O que mais chamou sua atenção?

Menos a marginalidade e mais a questão feminina lá dentro. O quanto elas são emocionalmente frágeis. A maioria entro no crime por amor. Foram levadas pelos parceiros e depois abandonadas. Nos presídios de homens, o dia de visita é cheio, né? Mas no femininos, não. Elas são muito sozinhas, abandondas. São muito carentes. Talvez daí o alto índice de homossexualidade. Eu as vejo como mulheres presas em seus próprios corpos. Além do mais, elas precisam ser fortes para se impor, ter poder. Mas as exceções também existem. Conheci muitas mulheres baixinhas e fraquinhas que são respeitadas na prisão. Mas a maioria é fortona. Fazem exercícios, usam garrafas pet cheia de areia como peso. Foi lá que uma delas me deu um toque, disse que eu tinha que comer mais feijão com arroz pra convencer no papel.

Quem é a Araci?

Ela é um pouco das presas que conheci. Traficante, presa por formação de quadrilha. É rebelde, apronta sempre e já foi várias vezes para o isolamento – que é seu maior medo. Ela não gosta de ninguém. Está sempre tensa. Vai usar a Norma, personagem da Glorinha (Pires), uma novata, para se dar bem, para fazer trabalhos pra ela.

Já está acostumada com o novo visual?

Não. Está difícil eu me olhar no espelho. Joguei minha vaidade no lixo, né? Fiquei tão irreconhecível que amigos já me viram na rua e passaram direto. Num dos presídios que fui, já mais forte e tatuada, me confundiram com uma detenta.

Como foi essa transformação?

Ganhei 15 quilos. Imagino que dez de gordura e cinco de músculos. Eu sempre fiz um treinamento forte, mas radicalizei. Muito boxe. No mais, abri a boca geral, comi de tudo. Uma liberdade que eu não tinha desde a adolescência, quando eu era gorda. De lá pra cá sempre me cuidei, acompanhada por personal, nutricionista, tudo isso.

Depois de adulta, você nunca mais engordou. Acha que vai ser fácil voltar à velha forma depois que Araci partir?

Espero que sim. Mas dá medo. Primeiro, por causa da lembrança do meu corpo quando eu era mais nova. Segundo, porque já estou com 47 anos e tudo fica mais difícil depois de uma certa idade. Mas teve um lado muito bom. Comer e beber à vontade, doces, vinho, cerveja. Eu estou vivendo a vida de um ser humano normal (risos)! Mas, repito, dá medo. Outro dia uma figurinista da novela me perguntou: você não tem medo de perder os seus fãs?

E tem?

Não, eu sou uma atriz. Mas também é verdade que somos muito cobrados em relação ao corpo. Essa TV digital engorda e envelhece todo mundo, é uma praga. Eu estou uma monstra, sei que vou chocar muita gente. Mas estou curtindo muito este momento.

NOTA DA BLOGUEIRA: Amigos leitores: Estou notando vários comentários inconformados com a frase da atriz “Estou uma monstra”. Mas Cristiana se refere não apenas ao fato de ter engordado 15 quilos, mas a toda sua transformação: está mais musculosa, toda tatuada, com postura e expressão agressivas, sem maquiagem, etc. Na entrevista isso fica claro. Obrigada.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)