Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

31/03/2007 19:03

Crise nos presídios de MS derruba comando da Agepen

Graciliano Rocha e Alessandro Perin/Campo Grande News

O diretor-presidente da Agepen (Agência Penitenciária de MS), Luiz Carlos Telles, foi afastado do cargo. Quem assumirá o comando da agência é o tenente-coronel da Polícia Militar Hilton Villasanti, de acordo com informação apurada pelo Campo Grande News.

As mudanças no comando do sistema penitenciário do Estado serão oficializadas na segunda-feira, quando serão publicados os editais de exoneração de Telles e o de nomeação do substituto.

Telles comandava a agência desde o governo Zeca do PT e foi mantido no cargo. Ele não resistiu à pressão e caiu 21 dias depois que 38 detentos fugiram da delegacia da Polinter, em Campo Grande, levando armas e até uma viatura da polícia.

A confiança do secretário de Segurança Pública Wantuir Jacini em Telles também foi minada após a revelação do escândalo da Colônia Penal de Campo Grande. Detentos deixavam o estabelecimento para cometer assaltos e era livre a circulação de telefones celulares, armas e drogas. Até garotas de programa eram recebidas durante a note pelos presos.

A situação de Telles na Agepen já vinha sendo tema constante das conversas entre Jacini e o governador André Puccinelli (PMDB). No dia 14 de março, ainda sob o impacto político da fuga da Polinter, o governador afirmou que a permanência de Telles estava nas mãos do secretário.

O decreto que exonera Telles está pronto desde a tarde de sexta-feira. Ele foi comunicado da decisão pelo secretário. Hilton Villasanti está há 28 anos na corporação e atualmente estava lotado no Comando Geral da PM.

Campo minado - O sistema penitenciário de Mato Grosso do Sul é um dos principais abacaxis da agenda de segurança pública do governo. São 37 estabelecimentos penitenciários abrigando 10 mil detentos, onde deveriam estar pouco mais de 4 mil.

Nas principais prisões do Estado as autoridades já detectaram a infiltração de facções criminosas. No ano passado, o sistema foi sacudido por cinco rebeliões simultâneas articuladas pelo PCC (Primeiro Comando da Capital).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)