Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

20/07/2005 09:17

Crise da agropecuária derruba saldo de empregos em MS

Aline Rocha/Campo Grande News

Mato Grosso do Sul registrou o 2º pior saldo de novas contratações do País. Com apenas 221 novos empregos criados, e o primeiro lugar com menor índice foi do Amapá, com 212 novos postos. Conforme dados divulgados hoje pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, do Ministério do Trabalho, a agropecuária, frequentemente a principal geradora de emprego, teve saldo negativo de 645 vagas. A crise no setor derrubou o saldo no Estado. No acumulado do ano, o setor tem saldo positivo de 3.568 postos. Se comparado com o mês de junho do ano passado, 2005 ficou bem abaixo do resultado em junho de 2004, que teve índice positivo, com 1.451 novos postos.
O melhor resultado foi do setor de indústria de transformação, com saldo de 509 novos postos. De acordo com o levantamento, no mês de junho no Estado foram 13.785 trabalhadores admitidos e a demissão de 13.567 pessoas no período. No mês, foram geradas 3.483 novas vagas através da carteira assinada.
No acumulado do semestre foram admitidos 91.817, demitidos 79.956 , com um saldo de 11.861 novos postos. Se comparado com o ano passado, o semestre apresentou um déficit de 42%. No semestre deste ano o saldo é de 11 mil novos postos, enquanto que no mesmo período do ano passado eram 19 mil.
No País, segundo o Caged, o nível de emprego formal cresceu pelo sexto mês consecutivo. Em junho, foi registrado o segundo melhor resultado, para esse mês, em toda a série histórica, com o saldo líquido de 195.536 postos celetistas (+0,77%). O primeiro ocorreu em 2004, quando se verificou o incremento de 207.895 postos de trabalho.
O primeiro semestre de 2005 contabilizou no Brasil um incremento de 966.303 de empregos com carteira assinada (+3,92%), constituindo, também, no segundo melhor saldo para o período. Destacaram-se, no primeiro semestre deste ano, o setor Serviços, com o acréscimo de 351.120 postos, a Indústria de Transformação, ao criar 194.039 oportunidades de trabalho, e a Agricultura, com a abertura de 187.493 ocupações celetistas. Nos últimos 12 meses, verificou-se a criação de 1.454.923 vagas formais (+6,02%).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)