Cassilândia, Segunda-feira, 27 de Maio de 2019

Últimas Notícias

20/07/2005 09:17

Crise da agropecuária derruba saldo de empregos em MS

Aline Rocha/Campo Grande News

Mato Grosso do Sul registrou o 2º pior saldo de novas contratações do País. Com apenas 221 novos empregos criados, e o primeiro lugar com menor índice foi do Amapá, com 212 novos postos. Conforme dados divulgados hoje pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, do Ministério do Trabalho, a agropecuária, frequentemente a principal geradora de emprego, teve saldo negativo de 645 vagas. A crise no setor derrubou o saldo no Estado. No acumulado do ano, o setor tem saldo positivo de 3.568 postos. Se comparado com o mês de junho do ano passado, 2005 ficou bem abaixo do resultado em junho de 2004, que teve índice positivo, com 1.451 novos postos.
O melhor resultado foi do setor de indústria de transformação, com saldo de 509 novos postos. De acordo com o levantamento, no mês de junho no Estado foram 13.785 trabalhadores admitidos e a demissão de 13.567 pessoas no período. No mês, foram geradas 3.483 novas vagas através da carteira assinada.
No acumulado do semestre foram admitidos 91.817, demitidos 79.956 , com um saldo de 11.861 novos postos. Se comparado com o ano passado, o semestre apresentou um déficit de 42%. No semestre deste ano o saldo é de 11 mil novos postos, enquanto que no mesmo período do ano passado eram 19 mil.
No País, segundo o Caged, o nível de emprego formal cresceu pelo sexto mês consecutivo. Em junho, foi registrado o segundo melhor resultado, para esse mês, em toda a série histórica, com o saldo líquido de 195.536 postos celetistas (+0,77%). O primeiro ocorreu em 2004, quando se verificou o incremento de 207.895 postos de trabalho.
O primeiro semestre de 2005 contabilizou no Brasil um incremento de 966.303 de empregos com carteira assinada (+3,92%), constituindo, também, no segundo melhor saldo para o período. Destacaram-se, no primeiro semestre deste ano, o setor Serviços, com o acréscimo de 351.120 postos, a Indústria de Transformação, ao criar 194.039 oportunidades de trabalho, e a Agricultura, com a abertura de 187.493 ocupações celetistas. Nos últimos 12 meses, verificou-se a criação de 1.454.923 vagas formais (+6,02%).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 27 de Maio de 2019
Domingo, 26 de Maio de 2019
10:00
Receita do Dia
Sábado, 25 de Maio de 2019
11:34
Cassilândia
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)