Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

04/05/2006 08:55

Crise acelera a aprovação da Lei do Gás pelo Senado

Agência Senado

O marco regulatório para o setor de gás natural foi aprovado ontem pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), mediante substitutivo do senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG) a projeto de Rodolpho Tourinho (PFL-BA). A proposta foi incluí-da na pauta devido à decisão do governo boliviano de nacionalizar suas reservas de gás e petróleo, prejudicando interesses de nações como o Brasil, que instalou duas refinarias da Petrobras no país.

Tourinho esclareceu que a criação do marco regulatório para o setor tem a finalidade de estabelecer uma norma legal mais adequada às atividades relacionadas ao gás natural, que, segundo ele, não foram tratadas de forma específica na Lei do Petróleo (Lei 9.478/97), que hoje rege o setor.

O projeto (PLS 226/05), que visa, entre outros objetivos, aumentar a utilização do gás no país, estabelece regras sobre importação, exportação, processamento, transporte, armazenagem, liquefação, regaseificação, distribuição e comercialização do produto.

Na discussão da matéria, Azeredo lembrou a ocupação, na última segunda feira, de instalações da Petrobras pelo Exército boliviano. Já Tourinho ressaltou que a aprovação da proposta tem um significado especial, porque permitirá a entrada de novos investimentos no Brasil.

– Dificilmente uma empresa voltará a investir na Bolívia, nos próximos anos. Esse marco regulatório abre uma janela para que esses investidores possam optar pelo Brasil – afirmou Tourinho.

A proposta será apreciada ainda pelas comissões de Assuntos Sociais (CAS) e de Serviços de Infra-Estrutura (CI), nesta última em decisão terminativa.

O projeto incentiva a expansão da produção e da infra-estrutura de transporte e armazenagem já existentes no país.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)