Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

18/01/2014 10:44

Criminosos têm espaço exclusivo em presídio da Capital, denuncia OAB

Campo Grande News

Durante vistoria no Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande, a Comissão Provisória de Sistema de Direito Penitenciário e Prisional, da OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil, seccional de Mato Grosso do Sul), constatou que um pavilhão da unidade é destinado a membros de facções criminosas, como o PCC (Primeiro Comando da Capital), que surgiu nos presídios de São Paulo (SP).

“Não saberia dizer quantas facções estão presentes lá. Eu sei que o PCC existe e parece que também tem outra facção, originada aqui no Estado, denominada de Capoeira. Mas não sei se ela se extinguiu ou se mudou de nome”, disse, nesta sexta-feira (17), o presidente da comissão, Carlos Magno Couto.

Segundo o presidente da comissão, o diretor da Máxima revelou o método de trabalho. “Eles precisam colocar esses integrantes de facções em um determinado pavilhão. Entre aspas, é como se fosse uma classificação para separar dos demais”, explicou. “Fui informado que no feminino também existem integrantes das facções. Isso é uma coisa nova para mim”, emendou.

Carlos Magno não soube precisar quantos detentos do presídio foram “classificados” como participantes de facções. Mas ele afirma que é um número muito grande. “Tenho medo de falar algo e passar uma informação equivocada. Mas é um pavilhão grande, de vários pavilhões que a Máxima tem”, contou.

Vistorias – A comissão da OAB iniciou ontem (16) uma sequência de vistorias nas cadeias públicas de Mato Grosso do Sul. A decapitação de três presos no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, no Maranhão, além dos recorrentes crimes a mando de detentos integrantes de facções criminosas, desencadeou operação de vistorias em cinco municípios de Mato Grosso do Sul.

Até o momento, os presídios de Segurança Máxima, de Trânsito e femininos, regimes aberto e fechado, além do Instituto Penal, todos em Campo Grande, foram vistoriados. Na próxima semana, unidades prisionais das cidades de Corumbá, Ponta Porã, Naviraí, Dourados, Três Lagoas e Coxim também passarão por vistorias.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)