Cassilândia, Terça-feira, 19 de Setembro de 2017

Últimas Notícias

25/07/2017 09:20

Criança em remissão gera esperança de cura para HIV

Midiamax

Uma criança sul-africana nascida com HIV está surpreendendo especialistas por parecer estar efetivamente curada do vírus da Aids depois de apenas um ano de tratamento seguido de oito anos e meio sem medicamentos.

Normalmente os pacientes com HIV precisam continuar usando remédios antirretrovirais pelo resto da vida para impedir o desenvolvimento da Aids, mas a criança em questão, que não está sendo tratada e hoje tem quase 10 anos de idade, não tem nenhum sinal da doença. 

Este e outros casos recentes isolados de remissão deram uma esperança adicional às 37 milhões de pessoas de todo o mundo infectadas com o vírus que causa a Aids.

Mas os especialistas pedem cautela, dizendo que o caso é extremamente raro e que não leva a crer em um caminho simples para uma cura.

"É um caso que mais provoca perguntas do que necessariamente responde", disse Linda-Gail Bekker, presidente da Sociedade Internacional da Aids (IAS, na sigla em inglês), que está realizando uma conferência em Paris nesta semana.

"Isso de fato desperta a teoria interessante de que talvez o tratamento não seja para a vida toda. (Mas) está claro que é um fenômeno raro", acrescentou.

A criança, que não teve nome e gênero revelados, foi parte de um estudo clínico no qual pesquisadores investigaram o efeito de tratar bebês soropositivos nas primeiras semanas de vida e depois interromper o tratamento e iniciar o uso de antirretrovirais verificando se o HIV estava sendo controlado.

Na semana passada, a agência de HIV/Aids da Organização das Nações Unidas (ONU) disse que 19,5 milhões de pessoas --mais da metade dos 37 milhões de pacientes com HIV-- estão recebendo tratamento na atualidade.

A grande maioria dos pacientes com HIV sofre um aumento na quantidade de vírus circulando no corpo se interrompe o tratamento, mas a criança em questão é diferente, disseram os pesquisadores sul-africanos.

"Até onde sabemos, este é o primeiro caso de controle virológico contínuo a partir de um teste aleatório de interrupção de antirretrovirais após um tratamento inicial de crianças", afirmaram em um sumário das descobertas apresentadas na conferência nesta segunda-feira.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 19 de Setembro de 2017
10:00
Receita do dia
Segunda, 18 de Setembro de 2017
22:10
Loteria
Domingo, 17 de Setembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)