Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

19/03/2009 16:34

Criação da ECT completa 40 anos nesta sexta

Assessoria Correios

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) completa 40 anos de criação nesta sexta, dia 20 de março. Foi nessa data, em 1969, que o antigo DCT (Departamento de Correios e Telégrafos) deu lugar à ECT, um marco rumo à modernização dos serviços postais no Brasil.

Reorganização, modernização e mecanização foram a tônica da transformação. A criação da ECT correspondia a uma nova postura, por parte dos poderes públicos, quanto à importância das comunicações e, particularmente, dos serviços postais e telegráficos, para o desenvolvimento do país. Com a criação da empresa, o serviço postal se estruturou e passou a desenvolver e oferecer produtos e serviços voltados para atender o mercado e as necessidades dos clientes.

Nesses 40 anos, os Correios superaram muitos desafios, sempre buscando contribuir para o desenvolvimento e a integração do País. A presença constante no dia a dia dos brasileiros, aliada à oferta de serviços rápidos e de qualidade, fez com que os Correios permanecessem até hoje no topo da lista das empresas com maior credibilidade no Brasil.

A ECT é hoje uma empresa auto-sustentável, é superavitária, repassando, inclusive, parte do lucro para o governo federal, que pode investir esse recurso em outras frentes, como a educação e programas sociais.

Ao mesmo tempo em que comemora os bons resultados, o presidente da ECT, Carlos Henrique Custódio, quer estender as atividades da empresa para além-mar: “É chegado o momento de abrirmos representações dos correios brasileiros no mercado internacional”, diz Carlos Henrique, ao lembrar que empresas de logística no exterior estão demitindo e cortando investimentos por causa da crise, enquanto a ECT tem investido na expansão e contratação.

Responsabilidade Social - Mais do que nunca, os Correios se consolidam como um dos principais agentes da ação social do governo, atuando na distribuição de livros escolares, no transporte de doações em casos de calamidade, no transporte das urnas eletrônicas em época de eleição, na oferta de serviços financeiros em cidades desprovidas de agências bancárias e em inúmeras outras situações que contribuem para o bem-estar da sociedade.

Os Correios ainda apóiam a cultura e o esporte. Os esportes aquáticos, o futsal e, mais recentemente, o tênis são patrocinados pela empresa. A ECT também investe em diversos projetos culturais e mantém Centros Culturais nas cidades do Rio de Janeiro e Salvador e está prestes a inaugurar o centro cultural de Recife.

História Postal - Embora se comemore 40 anos da criação da ECT, a história postal brasileira começou a ser escrita cinco séculos atrás, em 1500, com o descobrimento do Brasil pelos portugueses. A carta de Pero Vaz de Caminha ao rei de Portugal é a primeira “operação postal” de que se tem registro no País. Oficialmente, o serviço postal no Brasil teve início em 1663, com atuação destacada durante o Império. São, portanto, 346 anos que se confundem com a própria história do Brasil – um dos primeiros países a utilizar o selo postal, em 1843.



Em MS Correios investe na expansão da rede de agências, mais contratações e responsabilidade social



Segundo o diretor regional dos Correios, João Rocha, a administração da empresa no estado tem estado em consonância com as diretrizes nacionais traçadas para ECT no governo Lula. “Nos últimos cinco anos, a ECT tem investido no estado em diversas frentes: na expansão da rede de agências, na ampliação e reforma das já existentes, na contratação e treinamento dos funcionários e também no que chamamos de Responsabilidade Social. As questões sociais e ambientais é hoje uma preocupação e, dentro das limitações impostas, estamos apoiando diversos projetos de cunho social, educacional e ambiental em diversos municípios do estado”.

O diretor afirma que nos últimos cinco anos os Correios criaram 304 novos postos de trabalho no estado, entre carteiros, atendentes e administrativos. Foram criados três novos Centros de Distribuição Domiciliária (em Campo Grande, Três Lagoas e Dourados). Foram criadas 14 novas agências, sendo cinco delas em distritos que não contavam com os Correios nem agência bancária. “De 2004 a 2008 foram investidos mais de R$ 10 milhões em obras de ampliação e reforma das unidades e cerca de 2.200 bens foram doados para 125 entidades, beneficiando diretamente 36 mil pessoas atendidas pelos projetos. Também fizemos parceria, como com a Coopervida”.

Para Rocha, os resultados tem sido satisfatórios na regional e isso tem se traduzido na colocação alcançada nos indicadores nacionais de desempenho. “Em todos os indicadores a diretoria regional de Mato Grosso do Sul tem estado entre os primeiros colocados, ao longo dos últimos anos. Em 2008, e os números foram divulgados agora, ficamos em primeiro lugar no ranking dos indicadores estratégicos. Isso é resultado de muito trabalho e trabalho coletivo. Credito esse resultado, que tem se mostrado sustentável ao longo dos últimos anos, a todos os funcionários dos Correios de Mato Grosso do Sul”, conclui.



Perfil da empresa (dados de 2008)



Infra-estrutura e movimento postal

Número de agências
12.352

Unidades de tratamento
56

Unidades distribuidoras
5.582

Frota (veículos, motos e bicicletas)
42.890

Aeronaves da Rede Postal Noturna
15

Número de empregados
115 mil

Tráfego postal
9 bilhões de objetos




Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)