Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

30/12/2012 20:25

Crescimento do país está muito abaixo do esperado entre emergentes, diz prof.

Daniel Lima e Wellton Máximo, Agência Brasil

Brasília - A economia brasileira deve fechar o ano com crescimento próximo a 1%. Analistas do mercado financeiro e técnicos do Banco Central (BC) fazem previsões parecidas. Na semana passada, informações do Relatório Trimestral de Inflação indicaram redução na projeção dos técnicos de 1,6% para 1%.

O resultado, se confirmado, estará bem abaixo dos 4,5% estimados para 2012. Segundo André Nassif, professor de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV) e da Universidade Federal Fluminense (UFF), mesmo levando em consideração a crise mundial, o crescimento brasileiro está muito abaixo do esperado entre os países emergentes.

“O governo editou medida tentando estimular o consumo. Depois, medidas para estimular os investimentos, com políticas que contemplam o lado da oferta, com queda de juros. Só que essas políticas já deixaram de fazer efeito”, disse.

Para ele, o modelo adotado pelo governo deu certo anteriormente, mas se esgotou e, mesmo com todos os programas, a demanda só deverá crescer 1%. Nassif acredita que não é estimulando o consumo, nem a oferta, que o problema será resolvido. O professor destaca que os empresários só investem quando têm garantia de que haverá demanda. E, no momento, o único que pode induzir o aumento da demanda é o próprio governo, que precisa aumentar os investimentos públicos.

“À medida que o governo gasta diretamente em infraestrutura, amplia a demanda por equipamentos, gera empregos na construção civil, aumenta a demanda por bens intermediários e estimula o investimento privado, que viria a reboque.”, defende

Ele disse ainda que, mesmo com todos os esforços do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), os investimentos públicos correspondem a 1% do Produto Interno Bruto (PIB) – a soma de bens e serviços produzidos no país.

Para ele, o ideal seria ampliar essa taxa para 2%, mesmo que o superávit primário – a economia que o país faz para pagar suas dívidas - tenha de ser reduzido. É preciso que o setor privado tenha garantia de que haverá demanda que permita ampliar a capacidade produtiva. O único agente que pode preencher esse vácuo é o governo.

Se o PIB de 2012 fechasse em 4,5%, como previa o Ministério da Fazenda e levando em considerações projeções do início do ano, o crescimento médio do país poderia chegar a 4,8 %. O cálculo leva em consideração as projeções inicias de crescimento de 3,2% (2011), 4,5% (2012), 5,5% (2013) e 6% (2014). Como o Brasil registrou crescimento de 2,7% em 2011 e deve crescer 1% em 2012, a média do crescimento cairia para 3,8%.

No 19 deste mês, porém, o próprio ministro da Fazenda, Guido Mantega, reduziu a projeção de crescimento do PIB, em 2013 para 4%. Sendo assim, o crescimento médio estimado ficaria em 3,42%, resultado bem abaixo dos 4,8% ou 1,38 ponto percentual inferior ao projetados no início do ano.

Edição: Tereza Barbosa

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)