Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

16/12/2007 13:22

CPMF: Governo não vai agir precipitadamente, diz Lula

Iolando Lourenço/ABr

Brasília - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje (16) que o governo não vai tomar nenhuma medida "precipitada" para compensar a perda de cerca de R$ 40 bilhões arrecadados com a cobrança da Contribuição Provisória sobre Movimentações Financeiras (CPMF), rejeitada na semana passada pelo Senado Federal.

"A orientação que dei ao ministro da Fazenda [Guido Mantega] quando viajei é que é preciso, neste momento, contar até dez. Não tem nenhuma medida precipitada. Nós sabemos o quanto é importante manter o superávit primário, uma política fiscal séria, porque estamos apenas encontrando o caminho para o país crescer", afirmou, após votar na eleição para escolha do novo presidente do Partido dos Trabalhadores (PT).

Sobre a posição dos senadores que votaram contra a prorrogação do imposto, Lula disse acreditar que a atitude foi "um gesto impensado".

"Se foi pensado, foi de má fé de algumas pessoas que votaram contra sabendo que causaram um prejuízo de R$ 24 bilhões para saúde ou que deixaram que, nos quatro anos, a saúde pudesse chegar dos R$ 40 bilhões aos R$ 80 bilhões".

O presidente disse que a rejeição pelo Senado "foi o resultado de um gesto democrático" do Parlamento. Foram 45 votos favoráveis à CPMF e 34 contrários. Eram necessários 49 votos para que a proposta fosse aprovada.

"Uns votaram [contra] porque não querem que o governo dê certo. Outros votaram acreditando na teoria de quanto pior melhor. Alguns votaram com medo de serem cassados pelos partidos. A gente teve um pouco de tudo", avaliou.

"O que nos deixa tranquilos é que a democracia é isso. Na democracia, as instituições funcionam. Às vezes, ela vota a favor da gente. Às vezes, contra. Não podemos ficar zangados por isso. Temos que entender o resultado e encontrar uma saída".

Lula voltou a afirmar que as obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) não serão interrompidas, bem como os programas sociais do governo.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)