Cassilândia, Sábado, 27 de Maio de 2017

Últimas Notícias

02/06/2005 15:22

CPI indígena vai a Amambai

Helenice Stela

Com a prorrogação da CPI e devido a precariedade das aldeias indígenas divulgada pelos moradores e vereadores da cidade de Amambai, o presidente da Comissão que avalia a desnutrição e mortalidade indígena infantil, deputado Maurício Picarelli (PTB), estará analisando in loco a situação real dos índios que ali residem. A visita está marcada para o dia 10 de junho.

Na semana passada o presidente da CPI do Índio recebeu em seu gabinete um ofício da Câmara de Amambai, solicitando a visita da Comissão no município o mais rápido possível. No ofício, os vereadores dizem que existe falta de moradia digna aos índios, bem como há falta de implantação de lavouras com assistência técnica, capacitação profissional, combate à prostituição e drogas, fornecimento de sementes, calcário, maquinários e água potável. O documento foi protocolado pelos vereadores Coconho (Prona), Gilmar Vicentin (PDT), Anderson Mansano (PL), Josué Barros (PMDB) e Jaqueline Raymundo (PSDB).

"Recebemos informações da população e autoridades locais, de que o que se sabe é errôneo, a realidade é outra e precisamos verificar de perto", declara Picarelli. A intenção do presidente é manter a CPI informada e instruída para que novas providências sejam tomadas.

"Resolver esta situação é tudo que quero nesse momento, a CPI já alcançou grandes resultados, mas ainda há muito por fazer. Não tínhamos conhecimento da grave situação das aldeias amambaienses e não vamos deixar de visitá-las, o que tiver que ser feito para que a desnutrição se erradique de vez, nós faremos. A CPI está só começando", exclamou e deputado.

Serão realizadas visitas às aldeias Limão Verde, Amambai e Jaguari, que abrigam cerca de 12 mil índios no total.






Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 27 de Maio de 2017
Sexta, 26 de Maio de 2017
10:01
Cassilândia
10:00
Receita do Dia
Quinta, 25 de Maio de 2017
13:00
Dicas de segurança
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)