Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

05/03/2008 07:38

CPI dos cartões deve ser instalada na quinta, diz Marisa

Iolando Lourenço/ABr

Brasília - A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) dos Cartões Corporativos deverá ser instalada na quinta-feira (6), pela manhã, quando deverá ser eleita a presidente e escolhido o relator. A informação foi dada na noite de ontem (4) pela senadora Marisa Serrano (PSDB-MS), indicada para a presidência da CPI, após reunião com o deputado Luiz Sérgio (PT-RJ), indicado para a relatoria dos trabalhos.

Os dois parlamentares fizeram ontem a primeira reunião para traçar a linha de trabalho e iniciar a discussão do roteiro de trabalhos. Ao término do encontro, a senadora disse que a expectativa é que a CPI transcorra em clima harmônico. "Esperamos que o trabalho tenha resultado objetivo e traga à sociedade a resposta que ela está esperando, com transparência", disse.

A senadora informou que hoje (5) à noite, em sessão do Congresso Nacional deverá ser lido o nome dos integrantes da comissão para que ela seja instalada na quinta-feira. Para Marisa, as investigações se iniciarão nos gastos com cartões corporativos, mas o foco da CPI pode ser ampliado.

"O requerimento [de criação da CPI] fala dos cartões corporativos. Isso não significa que no decorrer dos debates não se peça o aprofundamento das investigações em outros tipos de suprimentos de fundos", disse.

A futura presidente da CPI garantiu que não haverá nenhum tipo de acordo para deixar de investigar qualquer tipo de gastos relacionados a suprimentos de fundos, cartões corporativos ou contas tipo B: "Não existe nenhuma possibilidade de acordo. O que tiver de ser investigado, vai ser investigado".

Para o futuro relator, deputado Luiz Sérgio, a ordem do início das investigações não vai atrapalhar os trabalhos da CPI, elas podem iniciar pelos cartões, pelas contas tipo B ou pelo suprimento de fundos. "A ordem das investigações não vai alterar o produto". Segundo ele, essa não é uma CPI do governo ou da oposição, mas da sociedade.

Segundo ele, o trabalho da comissão não será investigar o governo do presidente Lula ou do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso: "Não se trata do governo Lula ou FHC. Trata se de gasto de cartão corporativo, que compreende o período de 1998 até hoje".

O relator pretende que uma das primeiras pessoas convocadas para serem ouvidas na CPI seja o ministro da Controladoria-Geral da União, Jorge Hage. Ele também defendeu a presença de representantes do Tribunal de Contas da União (TCU) no inicio dos trabalhos. Luiz Sérgio disse ainda que não se oporá à convocação de ministros acusados de irregularidades.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)